domingo, 12 de dezembro de 2010

EU LOLIPOP...

"O essencial é delinear movimentos no céu. Movimentos tão silenciosos que não deixem traço. O mais importante é a simplicidade. É por isso que o longo caminho para a perfeição é horizontal."

A citação é de Philippe Petit, o mágico, malabarista e funâmbulo, que em 7 de Agosto de 1974, caminhou sobre um cabo que unia as Torres Gémeas de Nova Iorque, então ainda em construção, durante quase uma hora. Sem rede, sem cordão de segurança, sentou-se, deitou-se, saltou sobre o cabo, e falou com os pássaros que falavam perto dele, oferecendo aos habitantes da cidade, naquela manhã, a visão louca dum anjo vestido de negro.
A performance, óbviamente ilegal, foi preparada cuidadosamente durante meses por Petit, e pelos amigos que o ajudaram. O cabo, que pesava cerca de 200 kg, foi estendido utilizando um arco e uma flecha... Philippe Petit tinha a polícia à sua espera no final, mas foi apenas condenado a oferecer um espectáculo gratuito para as crianças da cidade. Vi recentemente o documentário de James Marsh, O Homem No Arame, e apaixonei-me pela figura do artista Francês, pela sua vivacidade e ousadia, pelo seu discurso, pelas imagens e banda sonora do filme (Óscar para o melhor documentário em 2009), que são de cortar a respiração.
"Não podemos cair. Quando perdemos o equilibrio, devemos resistir durante muito tempo até nos voltarmos para a terra. Então saltamos. Não devemos forçar-nos a permanecer quietos. Temos que caminhar em frente."
Boa semana!

44 comentários:

Sônia Cristina disse...

Cair até podemos,
só não podemos nos esquecer das molas que encontramos ao chão,
elas nos ajudam a alavancar.
Obrigada querida.

Paz e Luz

Lívia Azzi disse...

Querida Loli,

Há muitas situações na vida que nos testam como se estivéssemos numa situação tão extrema quanto a de Philippe Petit entre as Torres Gêmeas.

Por vezes, elaboramos tanto determinado trabalho que ele se desprende da pureza inicial da idéia, perdendo a simplicidade, ele cai...

A mensagem que ele nos transmite é magnífica: o equilíbrio está no movimento, em resistir à acomodação, direcionar e seguir em frente.

Muito lindo!

Um beijo e uma excelente semana!

Ps. Vi que você lembrou e identificou a igreja! ;-)

Rogério Pereira disse...

Ao principio julgava ser um acto de risco e desafio gratuito. Uma superação sem sentido nem outro objectivo que não fosse fazer tremer quem assistisse.
Mudei de opinião.
O seu post teve esse condão...

Nilce disse...

Oi Margarida, minha amiga

Panejamos o horizonte como direção e com equilíbrio devemos seguir.
Quando acontece o desequilíbrio, nossa força deve ser maior que a que nos levaria ao chão.
Obrigada pelo carinho sempre.

Bjs no coração!

Nilce

Michelle Lynn disse...

Oi amiga, tbm estava com saudades de vc!!!

Que postagem maravilhosa!!!

O equilíbrio nem sempre é possível, mas nunca devemos desistir... parar, pensar, respirar por alguns segundos e continuar a jornada... com a cabeça erguida e sempre em frente!!!

Muitos beijos bem grandes!
Te adoro,
Mi

disse...

Saudades!

Flor de Maio disse...

que história, que imagem!
xou de bola, inspiração de coragem, determinação e um pouquinho de loucura também.

um abraço

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Só de olhar me deu vertigem...
Mas a vida requer muito equilíbrio...
Ainda bem que, na realidade, não me atrapalha a tal vertigem... Ufa!!!
Deus me concede a Graça de prosseguir sem olhar pra baixo... elevando o coração ao Céu...
Bjs dominicais

Ana SS disse...

Quando a gente cai, é preciso que a queda seja importante!!!!

Thiago disse...

Oi Loli!

Gostei muito do texto! Coragem... Não é a ausência do medo, é o momento de superação. Devemos resistir ao medo para chegar mais longe! Ele fez algo mais com essa atitude, além de um espetaculo deu uma lição de vida! Muito bom!

Beijo,

Thiago

M. disse...

Gostei. Partes de uma maneira, caminhas de outra e rematas pra frente. Sempre com coerência.

E as fotos são lindas.

Sempre em frente (que atrás vem gente...)

Carla Farinazzi disse...

Oi Lolipop!!!

Fantástico o que esse cara fez, hein! Fiquei fascinada, sinceramente. Gostei demais. Coragem é o que me bate no coração, ao ler esse post. Coragem. Porque há que se ter coragem para fazer isso. E, ao se desequilibrar, o que se tem a fazer nessa situação e em muitas outras da vida, é resistir. Ainda que isso nos custe, há que se resistir. Resistir é dos fortes.

Lindo post, minha amiga querida!

Ah, deixa eu te perguntar uma coisa: você faz backup do seu blog? Tem um texto ótimo no link: http://www.elainegaspareto.com/ com dicas ótimas para não perder os textos e o blog. Não sei se você leu, mas vale a pena dar uma olhada.

Beijos

Carla

Bah disse...

Oi querida, adorei esse post... adorei a mensagem, acho absolutamente verdade essa frase...

Uma ótima semana pra ti.

Kisu!

Ângela disse...

minha flor, esse passarinho voou longe heim RSRS) eSSE TEXTO ME FEZ LEMBRAR UMA MÚSICA ANTIGA E BEM POPULAR POR AQUI, ELA DIZ EM UMA DAS ESTROFES: lEVANTA, SACODE A POEIRA E DA VOLTA POR CIMA....

CAIR PODE, DESEQUILIBRAR TAMBÉM, MAS A LUTA TERÁ DE CONTINUAR EM BUSCA DO OBJETIVO.
UM ENORME BEIJO COM CARINHO,

Mayra Di Manno disse...

Ola Querida!
Coragem é uma das coisas que mais me encanta.
Adorei!
Um beijo,

Beth/Lilás disse...

Oi, amiga Lolipop!
Que beleza esta postagem, uma demonstração de coragem e equilíbrio.
Sim, devemos trazer para nosso dia a dia essas coisas e lembrar que não podemos e nem devemos desistir diante do infortúnio. Lutar sempre!
um super beijo carioca

Lu disse...

Oi Margarida,lindo post!
Sabe que eu não conheço ninguem que tenha uma vida totalmente equilibrada e sem obstáculos pelo caminho.
Mas sabe o que eu falo sempre,eu posso cair,mas caio de pé e sigo em frente.
Linda te desejo uma semana cheia de bençãos e alegrias.
Beijo Lu

Lupo disse...

Que legal esse conselho e a comparação com o equilíbrio em uma corda!

Em frente!!!

Bjo Loli!

Astrid Annabelle disse...

Loli,
você também me fez repensar sobre a mensagem embutida na loucura do Philippe Petit.
Eu adorei seu post.

A partir de hoje você está linkada ao Navegante. Só porque apenas hoje levei seu banner...eu sempre quis levar, aí virava a página para os comentários e eu acabava esquecendo. Hoje fiz certo...levei primeiro e depois voltei!

Um beijo doce e grato por sua linda mensagem.
Astrid Annabelle

Vanessa Souza Moraes disse...

Quero assistir esse DVD.

Wanderley Elian Lima disse...

Requer muita coragem. Precisamos de muita coragem, pois o tempo todo estamos na corda bamba, sem rede, e um tombo pode ser fatal.
Bjux

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

li o título e depois vi a imagem, no celular! como a imagem é pequena, eu me assustei rs. pensei q era vc, atravessando um negócio desses hahaha. dai ampliei a foto e vi que não tinha nada a ver, que bom... senão eu ia ai te amarrar, menina, pra vc não aprontar uma dessas rs.

quantas vezes não estamos nessa corda, caminhando... muitas vezes não temos noção da altura da queda. mas temos que seguir em frente. e como diz o budismo, em frente ao maior perigo, não devemos é temê-lo e sim enfrentá-lo como se nada tivesse de perigoso...

figura incrível, não conhecia este malabarista, mais uma que aprendo aqui.
boa semana!

Beatriz - Jubiart disse...

Só de imaginar dá um frio na barriga...
Minha flor, a nossa vida não deixa de ser uma corda bamba, mas esta eu enfrento sem o frio na barriga rsrsr.

Uma semana de luz,

Beijocas...

Maria Helena disse...

Minha querida amiga, já posso dizer em alto e bom som para o mundo todo escutar: Amo você! Amo suas postagens! Amo cada mensagem que deixa!Amo sua presença em comentários sempre de uma simplicidade marcante! Amo o seu jeito de ir até a mim mesmo que eu não venha aqui. Amo seu jeito de de se doar sem cobrar o troco! Amo esse ser especial e amigo que enche a blogosfera de um doce sentimento de paz e encantamento! Você é uma amiga linda e incondicional! Bjs

Glorinha L de Lion disse...

Loli querida, vi esse documentário há umas semanas atrás e fiquei me perguntando o que faz uma pessoa desafiar a morte com tanta coragem e sem nenhum medo...Será um suicida em potencial? Será um desafiador da morte, que ri de sua face horrenda? Será um viciado em adrenalina?
Fiquei me perguntando porque, porque e porque...te confesso que não sei...E te confesso, que acho que o grande desafio da vida não é andar em cordas bambas...pra isso é preciso só loucura...o grande desafio da vida é VIVER...e para isso não são necessárias cordas ou se jogar de paraquedas, ou correr a 300 km por hora...Viver, para isso sim, é preciso muita, muita coragem mesmo...Lindo seu post! Fez pensar! Beijos amada,

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Margarida!

Quando olhei assim de repente, com o edifício da Chrysler como pano de fundo, ainda pensei que fosse você a entreter a audiência de New York, a caminhar no arame...mas não!
Um pouquinho de loucura dá mais sabor à vida ... desde que não nos estatelemos ao comprido.
Imagino que fazer o que Philippe Petit fez perante essa enorme audiência deve gerar um extraordinário sentimento, de um poder quase que sobrenatural, como que o de ter o mundo a nossos pés...
Ainda bem que há gente assim!

Beijinhos, boa semana.
Vitor

ttp://vitorchuvashortstories.wordpress.com/

Ana SS disse...

A paralisia dói. Melhor andar, saltar, pular, para que não enferruje.

nacasadorau disse...

Sweet Loli!

Tenho alguma dificuldade em entender as pessoas que desafiam a vida!
Lembro-me perfeitamente deste acontecimento... ele foi abertura de telejornais e destaque das 1ªs páginas da imprensa mundial.
Pensei que Philipe Petit fosse apenas mais um "louco".

Lendo as suas palavras entendo o desafio, mesmo que levado ao extremo.
A vida é toda ela um permanente exercício de equilíbrio.

Beijinhos

Pedro Ferreira disse...

Olá amiga Loli!

Andamos todos sempre no arame.
A vida é um desafio constante.
Beijinho
P.Ferreira

Lililooks disse...

Hola amiga quqerida, que coicidencia eu tbm ví este doc no dia em que colocaram, faz pouco tempo, e tbm fiquei impresionada, em um certo momento senti que queria estar alí no céu junto aos pássaros e sentir me livre... Sempre que a vida nos leva para baixo pensamos que estamos no fundo do poço, mais é incrivél o fundo do poço parece um cochäo de molas, derrepente te pegas um salto täo alto que te faz sentir com forças outra vez.
Foi muito bonito.
Um bjo grande saudades.

Georgia disse...

Oiiiii!!
Dezembro é complicado né?
Mas tá tudo se ajeitando ^^/
Como vc está? Muito frio aí?

Bjus!!!!

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Não o conhecia... tenho um pouco de aflição de altura.
Bjkas e uma ótima semana para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Carla Nunes disse...

NOSSAAAAAA... Sou totalmente fóbica com altura e me deu um frio na espinha só de olhar pras fotos!! MEOOODEOOOOSSS... Que homem corajoso!! Admirável!!!


Bjão! ;)

Paulo Becare Henrique disse...

Que ele sirva de inspiração para todos nós. Não precisamos estar numa altura vertiginosa, atravessando as Torres Gêmeas sobre um cabo de 200 kg para que as palavras que abrem e encerram esse post tenham aplicação em nossa vida. De maneira simbólica, em nossas lutas diárias pelo pão de cada dia, fazemos uma travessia tão ousada e espetacular como a dele.

Denise disse...

Olá minha querida Margarida!

Que belo post, não conhecia o Philippe Petit e já o admiro muito...

A frase é perfeita, a coragem é um incentivo e início de grandes transformações.

Tenha um iluminado começo de semana, estou morrendo de saudades suas, logo mais te mandarei um email...

Bjinhos carinhosos

Ana Lange disse...

Que máximo! Quero assistir o documentário djá!

Cantinho She disse...

Queridonaaaaaa amei esse post e que mensagem genial, adorei mesmo!

Ahhh minha Linda que carinho mais gostoso vc me fez lá no meu Cantinho... hehe Obrigada!

Beijo, beijo em seu coração! ;)
She

António Rosa disse...

Cara Lolipop,

Nem sei lhe dizer o quanto gostei deste seu post. Com as Torres derrubadas, fiquei impressionado com a força da mensagem.

Percorri todo o seu blogue à procura de um email, pois queria fazer-lhe chegar um lembrete, mas não pretendia que pudesse parecer spam. Como não encontrei, fica aqui:

Só para recordar que a entrevista coletiva à amiga Astrid Annabelle, do «Navegante do Infinito» é já no dia 16, quinta-feira. Fica aqui o convite para ir ler a resposta dela à sua pergunta. No 'Cova do Urso'.

Cumprimentos,

António

Meri Pellens disse...

Uma boa reflexão para a caminhada espiritual..

Beijo a alma, querida!

Maria Helena disse...

Olá, querida!
Você sempre leu meus poemas compreendendo a mensagem explícita e a subliminar. Sou realmente uma pessoa que quando passsa pelas dificuldades na vida, olho para a tristeza mas já esboçando um sorriso nos lábios. Muitas vezes, em alguns momentos difíceis, eu me olhava no espelho e dizia:" Maria Helena, você é guerreira! Vamos pra frente! A lágrima é só um reflexo do seu sorriso que já está vindo por aí." Então, eu sorria pra mim mesma e, ia atrás da superação, com muita garra! É assim que sou! Confio na vida e sou cheia de alegria! Obrigada por tudo! Bjs

Ângela disse...

QUERIDA AMIGA, adoro seus comentários e suas visitas no meu cantinho tão modesto. Entendo muito bem sua saudades de mamis. VOCÊ MORA NO MEU CORAÇÃO.
BORBOLETAS E BEIJINHOS COM MUITO, MUITO CARINHO

Cristine Lima disse...

Oi Loli,
eu moro em Paraty sim. Sou de BH mas amo esta linda cidade que escolhi chamar de minha...
muito profundo este post...
equilibrar nos nossos sentimentos e emoções é ainda mais difícil do que esta travessia...

Thiago disse...

Oi Loli!

Passando aqui pra dizer que tem selo pra você no meu blog!

Abraço,

Thiago

William Garibaldi disse...

Nossa que postagem sobrenatural! de boa!
Esta tem diso a mensagem que os deuses tem me enviado!
Gratidão por confirmá-la!
Finalmente eu achei o teu Blog!
E nos encontramos, pois te vejo em todos
os blogs que eu amo e fiquei curioso!
Muito prazer!
Agradeco por estar comigo lá no Versos de Fogo e agora estou te seguindo e indicando!
Beijo Lolipop!
Muito prazer!

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger