domingo, 17 de abril de 2011

HISTÓRIAS DUM TERRAMOTO - 2:46: AFTERSHOCKS: STORIES FROM THE JAPAN EARTHQUAKE - PARTE I

Entre os dias 18 e 25 de Março de 2011 um grupo de cerca de 100 pessoas, entre anónimos e personalidades conhecidas, utilizando fundamentalmente o twitter e a internet, construiu um livro onde se agrupam pequenas narrativas individuais, testemunhos, reflexões, ilustrações e fotos sobre o momento vivido no Japão a 11 de Março, quando os relógios marcavam 2:46 na hora local.
O livro está, por enquanto, apenas disponível na versão eBook- Kindle na Amazon.com, e a totalidade do valor pedido na compra ($ 9.99), é destinado à Japan Red Cross Society. 
Não resisti, e apesar de não ter Kindle, comprei o download disponível para computador.
Já o li, e não consigo deixar de partilhar aqui algumas das histórias em tradução minha ( existe apenas uma versão em Inglês).
Irei fazê-lo ao longo da semana.
Espero que me acompanhem. Vale a pena.

ENCORAJAMENTO

Tem sido um pesadelo duma semana. Espero que todos os que foram atingidos por este desastre, possam em breve acordar dum sonho mau, mas não tenho quaisquer palavras de conforto. Como um homem velho, com uma esposa também idosa, passei por bastante esta semana. Mas isso não é nada comparado com as vidas daqueles que estão nos abrigos. Agora que as coisas sossegaram um pouco, vou tentar reunir os pensamentos de muitos  outros idosos com quem falei. Para nós, pessoas doutros tempos, confundidas com a escassez de informação, a rádio tem sido a nossa mais fiável fonte de notícias. Muitos de nós, idosos, estamos familiarizados com a rádio, e escutamos emissões tardias, de noite, com baterias que surpreendentemente duram muito tempo. 
Embora saibamos usar os telemóveis para as funções mais simples, quase não os usamos nesta emergência porque as cargas terminaram rapidamente.
Na minha geração são muito poucos os que usam a internet, e como para estar online precisamos de energia, não conseguimos usá-la durante os cortes. Mesmo quando nos ligamos à net, somos pouco hábeis em procurar a informação que queremos. E naturalmente não podemos ligar a televisão quando há falhas de energia. Embora tendo um acesso inadequado à informação, podemos, no entanto, fazer perguntas a pessoas que sabem usar a net e que vivem perto de nós. Por essa razão estamos gratos pela existência dos telefones móveis e da internet. Nós dependemos duma companhia para nos fornecer a internet, o telefone e a televisão. Temíamos que essa infraestrutura tivesse entrado em colapso, mas os serviços foram rapidamente repostos e estamos gratos por isso.
A força da nossa geração reside na experiência. Embora este seja um desastre sem precedentes, o caos do pós-guerra e o terramoto de Miyagi em 2005 deixaram-nos preparados. Muita gente tem um stock de mantimentos de emergência. Rezo para que as pessoas idosas, que estão doentes ou fracas possam receber depressa ajuda médica.
Para ser franco, isto não tem sido fácil para pessoas com mais de 80 anos. Estar em filas durante horas para comprar água ou alimentos, gela-nos da cabeça aos pés, e dá-nos dores nas costas. Mas ver jovens mães pacientemente esperando com os seus filhos, ou a competência das empregadas na caixa, que usam apenas pequenas máquinas de calcular para as contas de tantos clientes, dá-me a convicção profunda de que este país não quebrará face a estas circunstâncias. (...)
Já vivi muitos anos. A noite transformou-se sempre em dia, e a chuva nunca deixou de cessar.
As condições melhoraram esta semana, e melhorarão ainda mais na próxima.
Esta é uma manifestação do espírito de luta de alguém nascido na primeira década do período Showa.
Temos que permanecer fortes.

Grandfather  Hibiki
Sendai

26 comentários:

Juh Salomé de Beauvoir disse...

A união faz a força, sempre!!! Mesmo quando parecemos frágeis e refutáveis. Belíssimo!!! Beeeeeeeijos, flor.

M. disse...

Até tenho medo de comentar...


Bom ouvir as vozes dos que estiveram/estão lá. É uma justiça que a História lhes faz. Um país é isso. São as pessoas, um colectivo feito de individualidades. São essas pessoas que dão alma a um país...

E por isso merecem ser ouvidas:) no mínimo...

Sônia Cristina disse...

Impossível não se emocionar...

Astrid Annabelle disse...

Realmente Loli emociona sentir a fôrça desse senhor de idade e muito jovem na alma.
Que maravilha!Estou encantada!
Não tenho nada mais a acrescentar.
Beijos ternurentos
Astrid Annabelle

Bel Rech disse...

Emocionante...Paz e bem

Beth/Lilás disse...

Querida Loli!
Devo dizer-lhe que eu já li este relato e de alguns outros através de uma matéria que saiu aqui no Brasil há duas semanas no O Globo. Fiquei, inclusive, pensativa com respeito ao que este ancião disse e um pouco surpresa em saber que num país com a maior tecnologia do mundo, pessoas ainda mantém o hábito de ouvir rádios de pilha. Que coisa insólita, não é mesmo?
Acho que será muito interessante você colocar aos poucos estes relatos com a sua excelente tradução para que todos possamos saber mais.
um beijo grande, carioca

Guará Matos disse...

Relatos de um realidade que nos entristece.

Bjs.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amiga
Em todas as tragédias, os idosos e as crianças são os que mais sofrem.
Não poderei acompanhar os relatos pois vou viajar quarta pela manhã. Quando voltar vou lendo aos poucos.
Bjux

Lívia Azzi disse...

Por meio dos relatos podemos imaginar como seria estar numa situação parecida. É comovente e muito sensibilizador. Mesmo em meio a tanta tristeza e caos, vemos que a força dos japoneses é harmônica e inabalável. A força de um povo é a grande fortaleza de um país!

Beijos e carinhos, querida Loli!

Anne Lieri disse...

Loli,que comovente relato!A filosofia japonesa de gratidão,a força desse povo e a experiencia dos idosos irá,com certeza,fazer muita diferença na reconstrução do Japão!Belo texto!Bjs e boa semana!

Anne Lieri disse...

Loli,que comovente relato!A filosofia japonesa de gratidão,a força desse povo e a experiencia dos idosos irá,com certeza,fazer muita diferença na reconstrução do Japão!Belo texto!Bjs e boa semana!

BIA disse...

Oi Loli!!!

O JAPÃO é uma lição de vida e coragem para o mundo, algo impressionante, comovente e admirável, por tudo isso e muito mais que amo este país.

Tenha um ótimo início de semana!!!

Beijooooooooosss

Bia

Georgia disse...

Apesar da idade tem uma força e uma esperança imensa, é disso que sempre precisamos né?

Pode deixar que vou comer tudo que vc falou, já tá tudo anotadinho ;) Se lembrar de mais alguma dica, pode mandar ^^/

Bjus e boa semana!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

hj vi na tv um relato tão bacana...
uma senhora q tava muito depressiva, desanimada. ela acordou, abriu a janela e viu o sakura florido.
ao ver o sakura florido, ela entendeu o recado da natureza: renasça. E ela se animou, mesmo na idade avançada, vai contribuir para reconstruir tudo em vez de pensar no fim. e conversando, disse q mtas pessoas sentiram a mesma coisa ao ver os sakuras florindo em meio à tanta tragédia.
achei tão bonita essa mensagem, muito mesmo.

eu quero ler esse livro tb.
bjs e bom dia pra vc

Maria Helena disse...

Minha querida Flor, o relato é comovente e a sua solidariedade também! Acho maravilhosa a corrente de solidariedade que vai se formando em torno do mundo e ameniza um pouco o sofrimento das pessos envolvidas nas tragédias.Na realidade, tudo que acontece afeta a cada um de nós!
Bjs!

Élys disse...

Este relato emociona e nos deixa tristes devidos aos acontecimentos. Breve tudo estará superado pois, o povo do Japão é um povo forte. disciplinado, organizado e de fé.
Beijos.

diariodumapsi disse...

Ei Loly!
obrigada por partilhar tão emocionantes e sábias palavras!
Maravilhoso!
Bjs querida!

Bombom disse...

Antes de mais um agradecimento por nos trazeres notícias que de outro modo nos passariam ao lado. Obrigada pelo teu exemplo de Solidariedade e Amor ao Próximo!
Do depoimento desse senhor ficou-me a convicção de como somos fracos e tão vulnerável é a nossa cultura, assente em pés de barro. Se nos falta a energia, temos de andar a pé, não temos carro nem elevador que nos leve...Não temos electricidade para os aparelhos mais modernos, último grito da electrónica, nem para elevar a água até nossas casas...Etc...
Um tema para meditar...
Bjs. Bombom

Tabeteimasu - Denise disse...

Olá minha querida,

Que relato mais sensível, de se emocionar a cada palavra... os japoneses são um exemplo de vida, a cada dia admiro a força que eles tem.

Um beijo enorme para ti!

Luis disse...

Minha Querida Amiga,
Esta lição de vida dada por um idoso Japonês é o garante de que em pouco tempo eles estarão refeitos desta catástrofe!
Admirável a sua simplicidade e a quase natural forma como conta o seu dia-a-dia!
Bem haja por haver ainda pessoas com esta postura na Vida. São um bom exemplo para serem seguidos.
Desejos de uma Santa Páscoa.

Meu aconchego Zen disse...

Bom DIa!! Que lindo! Agradeço pela tradução e por compartilhar conosco esse relato, que nos transmite tanta coragem, confiança.
Nos leva a refletir sobre a vida, o que vivemos, e como podemos aproveitar tudo isso com sabedoria.
Não tem como não se emocioanar.
Lindo de vi-ver!
Bjus

nacasadorau disse...

Sweet Loli!

Seguirei atentamente a evolução, mas é efectivamente como fica explícito no teu post, é o seu povo que faz um país e este povo japonês já deu todas as provas de uma tenacidade sem limites.

Beijo doce.

Leo disse...

E em meio a tudo isso a gente vê o quanto o ser humano é capaz de renascer e ser solidário, é lindo.

Beeeijos, Loli!!

Irene Moreira disse...

Emocionante o que este senhor nos conta. Quem sou eu para acrescentar mais alguma palavra a esse exemplo de coragem, solidaridade, de disposição,de uma esperança que nos dá uma grande exemplo de vida.

Obrigado Loli por compartilhar essa história que só vem me engrandecer com o seu aprendizado.

Beijos no su coração

Bah disse...

Olá querida! OLha quem apareceu! A margarida? Não, essa é vc rsss enfim... adorei essa iniciativa. Japoneses gostam de doramas e acho que esse livro é tão anacrônico. Um livro que foi feito baseado em depoimentos eletrônicos... Isso nos faz lembrar que natureza por mais primária que ela seja, precisamos saber conviver com isso.

Kisu!

Nilce disse...

Oi minha amiga

Admiro muito a capacidade de reconstrução e o ânimo deste povo espetacular.
Vou ler o outro.

Bjs no coração!

Nilce

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger