quarta-feira, 20 de abril de 2011

HISTÓRIAS DUM TERRAMOTO - 2:46 PARTE II



FORMATURA

Tínhamos acabado de regressar a casa do concerto de despedida da minha irmã mais velha, quando a catástrofe sem precedentes
aconteceu em Tohoku e Kanto. A nossa filha mais nova estava na casa de banho mas a porta do quarto das crianças tremia e abanava. Era estranho. A irmã estava ainda na escola. Seria um fantasma? Que ideia mais parva. Não, é um terramoto! Está tudo a tremer como nunca antes! Demorou um minuto até perceber isso. E então, logo a seguir, veio o blackout. Corri para a escola para ir buscar a minha filha mais velha. Alguém dizia que de acordo com as previsões um grande tsunami vinha a caminho. Mas nessa altura eu ainda pensava, "Não, não vai acontecer." (...)
Os contínuos cortes de energia são de facto inconvenientes, mas não são nada comparados com o frio sentido nos abrigos. A pastelaria teve que fechar e era o dia de anos da nossa filha mais nova. Então, eu mesma fiz o bolo. Para ter chocolate, juntei todos os Hershey's do dia de São Valentim e derreti-os. Acabei de o fazer dez minutos antes do blackout. Ufa. Colocamos velas de emergência no bolo de chocolate e celebramos os oito anos da nossa menina.
 Nesse mesmo dia chegaram os sapatos novos para a cerimónia de formatura. (...) Quando as crianças desfilaram no ginásio, costas direitas, peitos para fora, os meus olhos arderam. (...)
Tudo teve um ar solene, quase sagrado. Todos tinham a cabeça bem erguida. Crianças de doze anos. Que impacto teve neles este desastre? Pertence-lhes o futuro do Japão por reconstruir.
(...)
Eu penso como fui afortunada por poder presenciar este momento tão especial.
Feliz formatura!
Que todos vocês possam ter uma boa viagem enquanto seguem os trilhos da vossa vida.

MAY ARAI
KAMAKURA

29 comentários:

Bia Jubiart disse...

Este é um tipo de história que fixa na memória para sempre de quem está dentro e fora dela...

Que o Japão se recupere logo!

Um dia iluminado p/ você Flor!

Beijos e carinhosssssssss

M. disse...

Um caso particular tem mais impacto que uma generalização. E é mais justo.


Eu sei...já me estou a repetir:)

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Loli!
Crianças que presenciam desgraças, catástrofes como esta, ficam marcadas sim, lembrarão para sempre deste dia, pois já vi um homem velho lembrar do que passou na guerra aí no Japão e seus olhos encherem d'água, muito emocionado como se estivesse vivenciando tudo aquilo de novo.
São marcas que ficam na alma para sempre.
Tenha um lindo e abençoado dia!
bjs cariocas

Beth/Lilás disse...

Bom dia, Loli!
Crianças que presenciam desgraças, catástrofes como esta, ficam marcadas sim, lembrarão para sempre deste dia, pois já vi um homem velho lembrar do que passou na guerra aí no Japão e seus olhos encherem d'água, muito emocionado como se estivesse vivenciando tudo aquilo de novo.
São marcas que ficam na alma para sempre.
Tenha um lindo e abençoado dia!
bjs cariocas

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

é mais uma geração que se formará marcada por um grande acontecimento ruim. Mas como nas desgraças anteriores, hão de reconstruir o país, torná-lo ainda melhor do que era.
vi as formaturas das crianças pela tv, em reportagens...eles, como promessa de vida, dizendo "Vamos reconstruir o país e fazer um mundo melhor", todo unidos, num só pensamento.

bjs e bom dia Margarida

Karlinha Ferreira disse...

As crianças tem uma forma se sentir ímpar... e nós, tolos ainda insistimos em pensar que elas não entendem.

Beijo grande!

Guará Matos disse...

O japão transforma em documentos sua história. Nada é deixado, esquecido. A nação é reconstruída a cada dia e não se perde jamais.

Bj.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Uma tragédia... Espero que todos consigam seguir com a vida da melhor forma possível.

Georgia disse...

Agora temos que dar tempo ao tempo...

Bjus, boa quarta amiga!

Leo disse...

Essas mães foram as crianças de um dia que presenciaram desastres e hoje transformaram com mágica.

Mil beijos, Loli!!!!

nacasadorau disse...

Sweet Loli!

Este é um povo capaz de sobreviver a tudo. Já deu provas disso e continua a dar grandes lições ao mundo.

Este é um exemplo vivo de como, mesmo em circunstâncias tão aterradoras, se consegue pensar e fazer tudo, quase como se fosse tudo normal.
Ficarão as mágoas, algumas cicatrizes, mas todos vencerão, sei-o eu e tu e muitos mais.

Querida, recebi hoje um miminho lindo, obrigada.
Mil beijos e Feliz Páscoa.

papoila disse...

Admiro muito estas pessoas que conseguem "segurar o leme" quando o mar está tão revolto...
Linda esta história.
beijinhos e Boa Páscoa para ti também!

Carla Farinazzi disse...

Eis uma história linda. De encher os olhos de lágrimas.
E para lembrar a todos que o povo japonês jamais caiu. Seguem com a cabeça alta, diante de tantas ocorrências, de tanta tragédia e privação. Seguem, certos de sua força interior, reerguendo e reconstruindo o que as águas levaram.
Força, Japão!

Beijos

Carla

Irene Moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Irene Moreira disse...

Muito emocionante história. Amor de mãe, sonhos de meninas e momentos inesquecíveis eque infelizmente ficarão marcados para toda a vida.

Eu aprendi a amar o Japão e o seu povo mesmo sem conhecer pessoalmente.

Beijos e uma linda páscoa

Sônia Cristina disse...

Crianças deveriam ser imunes de todo e qulquer sofrimento....
Que fatos como este possam ser varridos de suas mentes..

beijo

Cucchiaio pieno disse...

Que emocionante, fiquei arrepiada!
Obrigada por compartilhar esse post.
Um abraço
Léia

José Maria Lobato disse...

Olááááá querida amiga!!!
Desculpe-me a ausência mas tenho andado um pouco sem tempo para a Net. Venho desejar uma Páscoa Feliz e para toda a sua família e amigos, tudo de bom e muitas amêndoas Paz e Harmonia!!!
Beijinhos e continue sempre assim com essa fantástica inspiração e bom gosto nos seus posts, Zé Maria

Astrid Annabelle disse...

Loli!
Me emocionei...não resta nada a dizer.

Feliz Páscoa para você e para toda a sua família!
Beijos doces
Astrid Annabelle

Lívia Azzi disse...

Meu olhos encheram de lágrimas e meus poros se arrepiaram, impossível deixar de se emocionar, imaginar vivenciando esse relato, sentir compaixão e sofrer junto “o frio sentido nos abrigos”.

Beijos e carinhos, querida amiga Loli!

Bia Jubiart disse...

Bom dia Flor!

Os doces não chegaram... Mas o Júlio me explicou como são feitos com amêndoas, pelo jeito é tradicional aí em Portugal.

Não se preocupe, o importante é a lembrança e carinho, que vc tem por nós e vice versa...

P/ vc e família uma páscoa feliz!

Beijos

Bombom disse...

São emocionantes os depoimentos de quem passou por mais esta tragédia no Japão. Mas pelo seu espírito e Educação, vão superar, sim.
Os portugueses bem podiam pôr os olhos neles e aprender algo de muito importante...que quando é preciso reconstruir um país a partir do ZERO, todos têm de dar as mãos e TRABALHAR muito!...
Obrigada pelas tuas visitinhas que me dão sempre muito gosto.
Feliz Páscoa! Bjs. Bombom

Lu Nogfer disse...

Ola amiga!

Estive ausente por isso dei uma sumida!

Hoje vim especialmente pra lhe desejar um otimo feriado e uma pascoa com muita alegria e paz!

Beijos no coraçao!

Meu aconchego Zen disse...

Ohayô! Difícil até de comentar.
Confesso que um grande nô se formou em minha garganta.
Muitas crianças não tiveram suas formaturas, perderam amiguinhos, pais, familia.
Me emocionei muito assitindo os noticiários na semana pós terremoto.
E os que mexem/remexem muito com todos os sentidos são crianças.
Assisti uma reportagem onde um jovem estudante,(não me recordo direito a idade), estava a vários dias sozinho(sem familia) e não encontrava ninguem de sua familia.
Todos os dias logo cedo, ele procurava nas listas de nomes dos mortos e dos vivos os nomes dos pais, irmãos, depois passava o dia ajudando nas buscas e nos trabalhos dos abrigos.
Outra que me emocionou muito foi a cena de professores limpando diplomas cheios de lama que seriam entregues nas formaturas das crianças, fizeram uma cerimonia improvisada alguns dias depois, para entregar os diplomas, e as crianças com roupinhas comuns, alguns ainda com o uniforme da escola, (nessas ocasiões todos se vestem de acordo com a ocasião comemorativas), com seus diplomas marcados pela lama nas mãos, lágrimas nos olhos...Cena muito difícil e dolorida de se assistir!
E a última entre tantas, uma mãe em uma dessas cerimonias de formatura improvisada, na sua dor ainda conseguiu reunir forças, para ir até lá agradecer em nome do filho(que falesceu), a dedicação dos professores, ao companherismo dos amigos que estiveram ao lado de seu filho durante aqueles anos em nome do filho.
Ao mesmo tempo que nos emociona, nos mostra a força, a vontade de superar as dificuldades, o amor e união do povo japones.
Todos feridos, machucados, cada um com sua dor, mas todos tentando seguir em frente, se preocupando com o próximo, se ajudando, se apoiando,procurando algo positivo para fazer e se agarrar, como nesse caso do post.
Apesar da tragedia e de tantos momentos dificeis, ela conseguiu buscar e apoiar ao relembrar de algo bom,(que pode viver,experimentar)algo positivo, algo pelo que possa agradecer,como os momentos de emoção na formatura da filha,poder comemorar e celebrar o aniversário da filha mais nova.

Loli linda , e mais uma vez grata pela visita, carinho, pela tradução e por compartilhar trechos desse livro que é pura emoção viva.
Tenha um lindo final de semana!

Bjus

. intemporal . disse...

.

.

. solene e sagrado .

.

. porque se faz tanto do tão.pouco que sobeja .

.

. este é um momento erguido . e dele depende o renascimento do japão .

.

. até porque e também aqui reside a esperança propulsora de tudo poder alcançar .

.

. querida loli,,, .

.

.

. uma santa páscoa .

.

. en.volta em todos os momentos de ternura com que nos és o antes o agora e para sempre o depois .

.

. e.terna.mente .

.

. teu amigo .

.

. paulo .

.

.

Corina de Oliveira disse...

Historia fantastica!

Bjs*

Ângela disse...

Minha flor, fiquei emocionada, mas como não ficar!!!!

Esse povo querido será capaz de reconstruir brilhantemente tudo isso, pode levar tempo, as marcas serão eternas, e essas crianças serão as ferramentas mais usadas para isso.

Amiga saudade suas, espero que esteja bem e que tenha uma páscoa repleta de paz.

nacasadorau disse...

Querida Loli!
Dear friend!

Andei à procura de algo muito especial para ti, mas não encontrei:(
ainda...
Vou estar muito ocupada e também por isso estarei Off por algum tempo.
Não estranhes, voltarei logo e para ti estarei sempre, sabes bem onde.

Beijo doce e abração enorme.
Love you my sweetest friend.

Nilce disse...

Tristes acontecimentos que por incrível que pareça, fortacelecem a esperança deste povo.
Que tudo fique bem e eles consigam se reerguer logo.

Bjs no coração!

Nilce

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger