domingo, 27 de fevereiro de 2011

ESCREVER AOS DEUSES

Os Japoneses têm aquilo a que podemos chamar uma religiosidade pragmática, sem o peso dos julgamentos morais. Tanto os deuses, como os seus descendentes terrenos, podem ser bons e maus. Os comportamentos  são aceites ou rejeitados, dependendo da situação, e não segundo um conjunto rígido de preceitos universais. Talvez por isso, os deuses sejam tão ecléticos...e as preces tão coloridas.
Há muito tempo, no Japão, as famílias ricas ofereciam cavalos aos templos, como sinal de respeito aos deuses. Com o passar dos anos, passaram a oferecer-se estatuetas de cavalos, e mais tarde ainda, apenas pequenas placas de madeira com um cavalo pintado.
Estas plaquinhas, chamam-se EMA, e qualquer um pode adquirir a sua, mediante uma pequena doação ao templo escolhido, e depois escrever, desenhar ou pintar um pedido... ou um desejo.
O nome e a morada podem ser indicados...não vão os deuses enganar-se.
Existem EMA para todos os gostos.
Com representações dos kami.
Assumindo a forma de partes do corpo que queremos ver curadas.
Neste templo, o kami é Chichigamisama, o protector dos seios, a quem se pede muito leite e um parto feliz, ou uma tão desejada cura...
E claro, placas com personagens de mangá e anime...ou não estivéssemos nós no Japão! 
...
Com tanta coisa a acontecer no mundo, sou incapaz de ficar indiferente à leitura dum jornal. É como se tudo fosse uma imensa e pouco afinada melodia, e eu tivesse um metrónomo em vez dum coração. É em dias assim que me apetece escrever aos deuses...
...

Imagens da net, excepto a das kitsune (raposas), tirada por mim.

38 comentários:

Chica disse...

Que lindo isso e cada vez trazes mais coisinhas legais dessa terra linda e suas tradições.beijos,chica

Misturação - Ana Karla disse...

As tradições e os costumes diferentes são sempre muito curioso.
Essa então, achei interessante. Sentido totalmente positivo.
Bom domingo Loli!
Xeros

Sônia Cristina disse...

Oi minha flor, bom dia!

Sempre que eu adentro sua casa é como se eu estivesse diante de uma cachoeira tendo toda a belza da antureza por companhia.
Adoro vir aqui, recupera minhas forças me dá energia, adoro a vibração que daqui emana.

Obrigada por mais essa lição de cultura, mangás é uma de minhas paixões..
beijo

Sônia Cristina disse...

me manda teu e-mail, tive q trocar a placa mãe e ele sumiu...
quero falar contigo em off

M. disse...

A tua carta será recebida. Enquanto isso...Aguardo-a....

lol

lolipop disse...

Olha que a cartinha pode ser longa...
E que tal vai isso pelo Olimpo?
bjo

M. disse...

O longo parece-me uma desculpa para justificar a demora:)

O Olimpo fica-me bem.
Sinto-me algo só.
Somos poucos...
Não te vejo.
Quando chegas?

:)

Margot Félix disse...

Que interessante. Esses EMA, lembram bastante as peças esculpidas em madeira que os romeiros levam ao Juazeiro do Norte em agradecimento ou pedido a Padre Cícero. As tradições podem ser diferentes, mas de algum modo todas as culturas estão interligadas. Isso é fascinante.

Obrigada por sua visita em meu Compartimento.

Luz e Paz!

Margot Félix

M. disse...

Um presente dos deuses para ti (não sei se conheces...from Japan):

http://www.youtube.com/watch?v=jcJiCK6-gos&feature=player_embedded#!

Manuela Freitas disse...

Eu me encanto com o que escreves...podia dizer que saio daqui com os olhos em bico! rssss
Tudo de bom para ti.
Beijos,
Manu

Ângela disse...

Minha flor predileta, fico feliz com tudo que me acrescentas, sabedorias, textos, imagens, mas o que mais me encanta é o que tem feito por ai, distribuindo um pouco de sua essência, encantando tantas pessoas, de tantos lugares...
Sou suspeita a comentar sobre você e o Banzai, vocês moram no meu coração a muito tempo. Queria tê-la mais perto e poder ouvir sua voz sempre a me acalmar. Você é uma amiga especial. Adorei saber sobre Ema.
Descanse bastante, e tenha um ótimo domingo.
beijos e muitos carinhos.

Ana SS disse...

Muito bonitos. Queria eu ganhar um ema...rs

andreia inoue disse...

queridona,ano passado fiz um post sobre ema,
eu fui no templo de mishima e claro que levei minha plaquinha.
:D
beijao.

BIA disse...

Oi Loli!!!
Realmente não conhecia sobre essas tradições, quase tudo o que li sobre o Japão sempre enfatizava o Budismo e os templos, que muito aprecio. Mas é muito legal saber mais detalhadamente das diversidades deste país tão amado!!!
Tenha um ótimo domingo!!!
Beijooos
Bia

Bah disse...

Confesso que nunca comprei uma EMA e isso pq eu ficava morrendo de vontade de colocar uma plaquinha lá no templo... mas tudo bem, já joguei também diversas moedinhas rss... acho que o que vale é a intenção. Adorei esse post super explicativo sobre EMAs.

Kisu!

Ariel disse...

Acho essa cultura muito interessante. Aliás, tem a mesma conciencia de Deuses que a Grécia. Não é aquele moralismo católico, leis contraditórias. É algo bem mais profundo do que a mente humana é capaz de compreender plenamente.
Beijo!

Lívia Azzi disse...

Muito querida Loli,

Na minha plaquinha EMA eu pintaria borboletas que expressariam o desejo de um mundo que não fosse tão chato assim e que as pessoas contemplassem o amor ao estilo ‘demiurgo’, fizessem as coisas que realmente teriam vontade, tivessem uma vida mais interessante e vivessem melhores - sem precisar travar tantas guerras insólitas à custa de mesquinharia e ganância. As imagens que mais me encantaram foram dos cavalos, dos Kami e a final: direta e expressiva.

Beijos e carinhossss...

Te adoro!!

PS. “Amor necessário é horrível. Amor bom é igual arte: inútil, completamente descartável” (Gustavo Gitti)

Georgia disse...

Oi,já tá menos frio aí?
Ótima semana pra vc, bjus!!!

Maria Helena disse...

Querida Flor, a palavra que me vem à mente é: fascinante! Amei demais saber sobre os EMAS! Obrigada pela ótima energia que parte de você e fica no universo. Beneficio-me dessa energia! Bjs!

LuH disse...

Terra linda!
Me encanta essas simbolizações todas...

Gostei de aprender sobre EMA, querida Lolipop.
Me deu vontade de fazer meu pedido

:)

Bjinhos

Carla Farinazzi disse...

Oi Lolipop!

Sempre que venho aqui me sinto extremamente privilegiada por conhecer as coisas belas que você nos mostra. Coisas das quais eu nunca imaginava, sabe? E que gosto imensamente de conhecer. Adoro essa coisa japonesa, como você bem definiu, "uma religiosidade pragmática, sem o peso dos julgamentos morais". Isso é muito bacana. Quem somos nós pra julgar alguém?
Gostei bastante da ideia das plaquinhas, EMAs, muito diferente!

Beijos

Carla

Wanderley Elian Lima disse...

Essa correspondência direta com os deuses, é muito interessante, aliás, a religiosidade oriental, é muito rica em deuses e rituais.
Tenha uma linda semana
Bjux

Meias de Seda (Suzy) disse...

Oi!
Vim retribuir a visita e conhecer seu blog. Adorei!
Um abraço ;)

nacasadorau disse...

Sweet Loli!

Parece que demorei a chegar cá ...oops! Distraí-me!

Amiga, gosto mesmo muito dessas Ema e da cultura e costumes japoneses,
muito mais lógicos e intensos.

Acho que quereria uma plaquinha Ema com corações. Acho que sabes porquê.

Love you loads.

gutenberg disse...

Olá Lolipop

Obrigado pela visita ao meu blog.
Morei, aqui no Brasil, em muitas cidades com grande população de origem japonesa. Eles são ótimas pessoas. Houve perfeita assimilação, sem os problemas que percebe-se existirem agora na Europa com outros povos. E a cultura deles é fantástica.
Ab
Gutenberg (laudaamassada.blogspot)

Bia Jubiart disse...

Oi Bela flor! Acho que vou escrever aos Deuses, além da listinha básica, vai outra cheia de questionamentos...

Uma semana maravilhosa para vc.

Beijooooooooooo

nadiru-san disse...

Ai! que gostoso ler este post!! me reportou ao velho templo de Mooka onde minha plaquinha deve estar envelhecendo....mas o meu desejo continua novo a cada manhã...
beijos!
e obrigada por me fazer lembrar que há um pouco do meu sonho por lá...

Astrid Annabelle disse...

Loli querida!
Aqui eu só aprendo...e cada coisa linda!
O último recado é ótimo!!!
Mas, na realidade este interagir entre o povo e os deuses deveria ser um assunto tão natural no resto do mundo, é ou não é?
Adorei.
Beijo grande com amor
Astrid Annabelle

Anne Lieri disse...

Loli,bom dia!Como os costumes são diferentes,não?Mas a intenção, a fé é igual em todo lugar!Adorei essa curiosidade e compartilhei tb!Bjs,

Anne Lieri disse...

Loli,bom dia!Como os costumes são diferentes,não?Mas a intenção, a fé é igual em todo lugar!Adorei essa curiosidade e compartilhei tb!Bjs,

Anne Lieri disse...

Loli,bom dia!Como os costumes são diferentes,não?Mas a intenção, a fé é igual em todo lugar!Adorei essa curiosidade e compartilhei tb!Bjs,

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Os católicos tb fazem algo parecido. Qdo era criança, fui a cidade de Aparecida com minha mãe, pois ela foi pagar uma promessa, levando uma vela da minha altura. Na Basílica de aparecida existe uma sala onde existem pernas de cera, braços e diversas partes do corpo, para pedir proteção ou como paga por alguma graça alcançada.
No fundo, os santos dos católicos se assemelham a deuses tb.
Bjkas e uma semana maravilhosa para vc.

www.gosto-disto.com

A Designer de Joias disse...

Olá Lolipop, vim te agradecer e retribuir sua gentil visita em meu Blog. Obrigada e pr favor, sinta-se a vontade para retornar quando quiser.

Se não se inscreveu ainda no concurso de Joias, corra que termina no dia 03/03.
Grande e especial abraço

Leo disse...

Na minha plaquinha EMA eu desenharia uma ave e desejaria um mundo mais leve e menos chato.

Beeeijo, Loli!

Carla Nunes disse...

Fico encantada com essas peculiaridades da cultura oriental que postas, gatan! :)

Bjim :*

Tabeteimasu - Denise disse...

Que coisa linda, querida!

Não sabia desta preciosidade, mais uma que aprendo e me encanto contigo...

Beijinhos carinhosos!

Juh Salomé de Beauvoir disse...

Deveriamos tentar aprender mais com eles do que fazê-los motivo de piadas sujas e baratas!
ADOREI!

Carinho, sempre!

Vanuza Pantaleão disse...

Margarida,
Já escrevi, na alma e no coração, a todos os deuses:
SALVEM O JAPÃO!
Salvem o nosso planeta...
Estamos solidários e rezando.
Beijos, amiga!!!

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger