segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ZEN - Um floco de neve num fogão em chamas....

Pode parecer estranho, mas o Budismo Zen no Japão esteve intimamente ligado, desde o início da sua história, ao espirito do Samurai, suportando-o do ponto de vista moral e filosófico. Takeda Shingen e Uyesugi Kenshin, foram dois grandes generais do século XVI, que se defrontaram por diversas vezes, lutando pela supremacia. Ambos tinham em comum serem estudiosos do Zen. Conta-se que numa dessas batalhas, a impaciência de Kenshin cresceu devido ao avanço lento do seu exército, pelo que este teria decidido a determinado momento, apresentar-se pessoalmente no acampamento inimigo. Vendo Shingen calmamente sentado, rodeado por alguns dos seus guardas, empunhou a sua espada e apoiou-a sobre a cabeça de Shingen, colocando uma questão Zen habitual: "O que dirias neste momento?" Ao que Shingen respondeu imperturbável: "Um floco de neve num fogão em chamas." - e assim dizendo, afastou a espada com o leque que tinha na mão.

Kenshin, haveria de deixar mais tarde uma recomendação importante aos seus seguidores: "Those who cling to life die, and those who defy death live." ("Aqueles que se agarram à vida morrem, os que desafiam a morte vivem.")
O comportamento dos mestres Zen ilustra bem este desafio. O mestre Zen de Shingen, Kwaisen, depois da morte do seu protector, viu o seu mosteiro cercado por soldados que exigiam a entrega de supostos inimigos escondidos no seu interior. Estes obrigaram todos os monges, incluindo Kwaisen, a subir ao piso superior do templo. O plano era queimar os monges vivos, incendiando todo o edificio. Os monges, calmamente, juntaram-se à volta do mestre, sentando-se de pernas cruzadas, face à imagem do Buda. Kwaisen, fez o seu último sermão da forma usual, terminando dizendo: "Estamos agora cercados pelas chamas, e como é que vocês resolveriam a vossa Roda  do Dharma neste momento? Que cada um diga uma palavra."
Quando todos acabaram, foi a vez de Kwaisen se pronunciar:
"Para meditar tranquilamente, não precisamos de ir para as montanhas ou rios;
Quando os pensamentos foram acalmados, até o fogo é frio e refrescante."



Fonte: "Zen and Japanese Culture", Daisetz T. Suzuki
Fotos: Net

57 comentários:

William Garibaldi disse...

Loli, este leque preto com o sol vermelho me chamou aqui... quando o vi lá do meu blog ( Me senti Samurai no alto da montanha que de longe vê um estandarte do reino vizinho agora, risosss! )

Eu preciso recuperar este poder, querida Lolipop...:
o Poder do Silêncio...
"até o fogo é doce e frio."
Que ma-ra-vi-lha! De se colocar num quadro... vou pregar na geladeira! Juro.
Nunca poderei me esquecer de novo...

Gratidão!

M. disse...

Tu ainda me vais fazer viajar par o Japão:)

Mais que nas perguntas é nas respostas que se revela a filosofia oriental..de facto.

Maria Elvira Bento disse...

Estes temas fascinam-me. Agarram-me. Quanto mais leio mais quero ler. Obrigada pela partilha.

diariodumapsi disse...

Ei Loly1
Quando temos paz interior o que está do lado externo não nos abala!
O oriente sempre tem muito a nos ensinar!
Gd beijo

Ana SS disse...

Adoro essas postagens!
Beijos de uma moça de olhos puxados.

Wanderley Elian Lima disse...

A filosofia oriental me encanta, e você sabe narra-la como ninguém.
Bjux

Rogério Pereira disse...

A grande diferença entre mim e Kwaisen não é o facto de ele ser budista zen e eu não, é sim o eu ter um coração luso, uma alma celta e sangue mouro correndo-me nas veias. Para mim, só talvez a origem árabe admitisse que as chamas pudessem ser refrescantes. Milha alma e meu coração tratariam de contrariar tal sentimento... Tudo isto para dizer que não sendo japonês compreendo bem a sua cultura (ou julgo compreender).

Beijo

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

Oieee.... Nossa adorei a história.
Sabe, sempre quis ter nascido nesta época, onde os samurais existiam.
Onde a fé era elevada, e a dignidade a maior riqueza.
E principalmente, onde a própria palavra, conseguia sucumbir o efeito de uma espada.

Adorei Margarida!

Beijos adoro-te também!! rsrs

Paulo Becare Henrique disse...

Acho que já comentei aqui, mas sou fascinado pelo Zen-Budismo. Portanto, esse post foi extremamente interessante e especial pra mim. Deixo-te a dica de um blog que talvez lhe agrade. Trata-se do blog de um monge zen-budista brasileiro:

http://www.opicodamontanha.blogspot.com

Beijos meditativos!

Ana Martins disse...

Boa noite Margarida,
muito interessante, direi mesmo fascinante, sempre a aprender.

Beijinho,
Ana Martins

Georgia disse...

Amiga, vir aqui é sofrer um pouquinho mais de vontade de ir pro Japão ^^/
E que declaração de amor é aquela heim? Linda,linda,linda!!!


Bjus!!

Luis disse...

Minha Boa Amiga,
A Sabedoria oriental é de facto notória e nada tem a ver com a forma como nós ocidentais vivemos. Deviamos aprender a viver e pensar como eles que nos dão uma visão de Paz e Felicidade difícil de aqui encontrar!
Um beijinho amigo.

Nilce disse...

Você nos faz amar cada dia mais a sabedoria oriental, Margarida.
Os ensinamentos são fascinantes.
A meditação sopra todos os malefícios da alma.

Ah, minha amiga querida, eu quero saber mais e viajar ao Japão com você. Vamos?
"Tiadolu"!

Bjs no coração!

Nilce

Anónimo disse...

I love lolipop-banzai.blogspot.com! Here I always find a lot of helpful information for myself. Thanks you for your work.
Webmaster of http://loveepicentre.com and http://movieszone.eu
Best regards

Júlia e Vinícius disse...

Uma maneira digna de levar a vida, mais ainda em enfretar-se o destino!!

Andy Santana disse...

Nossa.. adorei conhecer um pouquinho mais desta riquissima cultura!

Beijos

Lívia Azzi disse...

Já tinha lido ontem à noite, mas voltei agora para ler novamente e com calma, é um texto profundo e com reflexões marcantes.

Quando acontece uma guerra ou uma tragédia, geralmente ficamos desorientados e um grupo inteiro sofre uma "histeria coletiva", o que isso provoca? Piora e agrava ainda mais a situação. Mas, se tivermos sabedoria para manter a tranquilidade "até o fogo é frio" e, aprendemos a viver (nos salvamos) por "desafiarmos a morte". É um comportamento complexo de se atingir, e exige um pensamento muito elevado...

Ui!

Beijinhos e muito carinho, querida amiga Loli!

*Terminaram minhas férias hoje...

Elaine disse...

Olá, vim agrdecer sua visita e seu comentário, obrigada.
Tb virei seguidora, bjo!

Meri Pellens disse...

A espiritualidade zen é algo que me encanta ao mesmo tempo que espanta. Admirável!
Respondi seu e-mail, viu?
Beijo na alma!

nacasadorau disse...

Sweet Loli!

Estes teus textos levam-me longe nos tempos...
Fazem-me lembrar pequenas coisas lidas e vistas em filmes.
Este é todo ele um mundo fascinante.

Beijinhos

Michelle Lynn disse...

um dos poetas de rua que mais gosto, chama-se Cazuza, esse soube viver a vida, desafiando a morte todos os dias. Enquanto pobres ordinários como eu, morre lentamente todos os dias...

saudades...

Mi

Élys disse...

No silêncio conquistamos a paz interior e nada mais nos abala.
Beijos.

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Que bela postura... Admiro, mas acho que nunca chegaria a ser tão zen assim.
Bjkas e uma noite maravilhosa para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Michelle Lynn disse...

que recepção calorosa... obrigada!!!
acho que não consigo escrever o quanto me deixou feliz...

te adoro minha amiga,
Mi

Bombom disse...

Passei para saudar-te e, como sempre, não parto de mãos vazias. Levo tema para meditar e "digerir", de tão profundo...
Bjs. Bombom

Denise disse...

Olá minha linda,

O que dizer diante de mais um post maravilhoso? Estou embevecida em aprender mais um pouco sobre a paz interior contigo!

Beijão e um abração apertado!

Irene Moreira disse...

Loli
Cada conteúdo nos seus posts me trazem um ensinamento que me leva a refletir e analisar como preciso crescer ainda. Quanto sou pequena nos valores que fazem parte da minha vida.

Lindo demais !!!

Um Grande beijo

Leo disse...

Eu amei essa postagem
saio daqui com anotações
e mais rico, obrigado! :)

Beijos!!!

Blog da Fofa disse...

Não tem fogo que queime mais do que o fogo do pensamento. A sabedoria oriental é perfeita. Ainda mais descrita nas suas palavras. Grande beijo, minha amiga.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Post especial. Enquanto muitos ateiam mais fogo, tu repousas em serenidade, enfrenta o fogo através da não-resistência, simplesmente pelo fato do fogo não te incomodar mais, que queime sozinho.

Adorei, Margarida!
bjs e bom dia

Lililooks disse...

great, muito linda postagem... Estou desaparecida querida, as gripes aqui estäo nos deixando sem tempo pra estar em casa... Somos 5 quando um se levanta cai o outro, näo estava fazendo sol e vc já sabe o sol é vida importante para a vida... Muitos bjos ñ me esqueço de ti...Sempre quando tenho tempo tento postar algo ou retribuir o carinho das amigas...mil bjos fica com Deus.

Paulo Celso disse...

É impressionante como aprendo neste espaço, obrigado.

Carla Farinazzi disse...

Oi Lolipop! Eu realmente amei esse post sobre o Budismo Zen e principalmente o pensamento de Shingen. Era tudo o que eu precisava pra hoje.

Por isso te agradeço imensamente.

Beijos

Carla

Beth/Lilás disse...

Ah, amiga Loli, como queria aprender a relaxar e meditar!
Eu tenho um vizinho lá na montanha que considero um Samurai verdadeiro, tem postura zen e consegue abstrair-se de coisas ruins, dá conselhos e ainda tem dias que me manda uns deliciosos sushis preparados por ele mesmo.
bjs cariocas

Maria Helena disse...

Que maravilha, minha amiga Flor!!!!
Amei a sabedoria e os ensinamentos!
Você sempre nos traz relatos marcantes que deixam, como consequência, uma grande reflexão!
Obrigada por isso e por ser minha amiga.
Bjs!

Manuela Freitas disse...

Muito interessante e fascinante tudo que vais postando aqui sobre o Japão.
Na Galeria Colorfoto, Rua de Sá da Bandeira, 526 vai ser ignaurada amanhã uma exposição de fotografia «36 exposures» da autoria de Pedro Cardigo, que é um olhar sobre o Japão moderno, mas numa perspectiva de contraste entre o moderno e o tradicional. A exposição está patente até 25 de Fevereiro. Lembrei-me de ti. Vou lá com certeza, para já não sei se vale a pena!
Beijos,
Manu

Glorinha L de Lion disse...

Amada Loli, texto profundo que me fez refletir sobre as escolhas que fazemos na vida. Enquanto uns escolhem o fogo e a espada, enfim, a guerra, tu escolhes as palavras, que como a neve acalmam, apaziguam, esfriam os espíritos prontos a escaramuças. Quanta sabedoria carregas em ti, minha doce amiga!
Já dizia Gandhi: "A não-violência não existe se apenas amamos aqueles que nos amam. Só há não-violência quando amamos aqueles que nos odeiam. Sei como é difícil assumir essa grande lei do amor. Mas todas as coisas grandes e boas não são difíceis de realizar? O amor a quem nos odeia é o mais difícil de tudo. Mas, com a graça de Deus, até mesmo essa coisa tão difícil se torna fácil de realizar, se assim queremos." Grande, enorme beijo da amiga que te ama,

Ângela disse...

Minha Flor, você e o Banzai nos faz meditar.
A supremacia da calma é trazida com leveza e ternura aos nossos corações, nós é que não prestamos atenção aos detalhes. Nada poderá nos atingir se estivermos em paz com nós mesmos,diante disso "até o fogo é frio" nada poderá nos atingir.
beijos com carinhos e muita paz.

. intemporal . disse...

.

.

. sublime e ampla.mente assertivo .

.

. a ascese é um exercício de dentro . e não necessita de lugares fisicos específicos para que se possa praticar .

.

. nem espaço . nem tempo .

.

. a.penas e só a vontade e o momento .

.

. deixo.te,,, como sempre,,, um apontamento de ternura . que tanto mereces .

.

. paulo .

.

.

Janita disse...

Olá Lolipop.

A eterna sabedoria da filosofia Oriental...

Beijos com carinho

Janta

disse...

Lembro como se fosse hoje do primeiro comentário que deixei para ti, logo depois de ter visto uma indicação lá na Ângela...passa rápido esse tempo. Mas que bom que por aqui tenho como voltar, ler, reler e aprender muito, muitoooo com você. Obrigada pelo seu carinho desde sempre e se retorno, você também foi influência. Bjosss

Carla Farinazzi disse...

Oi Loli!

Foi impossível não citá-la em meu último post. Espero que não se importe...

Beijos

Carla

Ângela disse...

Minha Flor predileta, estou aqui mais uma vez, para agradecer sua visita em minha festa (rsrsrs).
Lembro-me muito da primeira vez que você me visitou, e foi um presente vindo dos céus.
E que honra foi a minha em ter sido sua primeira amiga aqui da blogosfera, com certeza nossa amizade será "eterna", além mar, além qualquer coisa que tente nos separar.

Você mora no meu coração, tenha certeza disso.
Obrigada pelas palavras carinhosas.
um beijo com carinho e muitas borboletas

Beth/Lilás disse...

Loli, querida!

Preciso de sua ajuda lá no meu pedaço, portanto não deixe de dar sua contribuição, ok.
bjs cariocas

Diana disse...

Eu vivo em silêncio mas quando fico nervosa viro fogo! Mas tem aquele velho ditado popular: Quando um não quer dois não brigam.
Eu sou a que sempre não quer, mas tem horas que não me controlam e ai ninguem me controla também! kkkk

Bjs

Diana disse...

Eu vivo em silêncio mas quando fico nervosa viro fogo! Mas tem aquele velho ditado popular: Quando um não quer dois não brigam.
Eu sou a que sempre não quer, mas tem horas que não me controlam e ai ninguem me controla também! kkkk

Bjs

vitorchuvashortstories disse...

Olá, Margarida!

Para um ocidental, longe e pouco familiarizado com esta forma de olhar o mundo, esta não é uma cultura onde facilmente se consiga penetrar, ou que se deixe apreender sem algum estudo e dedicação, devo confessar. Ainda assim é fascinante; pelo contraste e pela diferença; pelo exotismo que adquire perante o nosso olhar curioso e surpreendido de quem está à descoberta.

Contudo, e para além deste seu aspecto muito específico, há algo nela que parece ser comum a todas as culturas e religiões: A combinação do lado religioso e espiritual com a do culto guerreiro: Em todas elas parecem sempre ter andado de mãos dadas, desde que o tempo é o tempo ...

Beijinhos; bom fim de semana.
Vitor

Marli Borges disse...

Olá Margarida,
Adorei o post, mas esta cena, realmente me cativou: "...e assim dizendo, afastou a espada com o leque que tinha na mão.(...)" Meu Deus, que ensinamento!!! Muita calma nessa hora... você viu o floco de neve? Sabe, às vezes consigo visualizar, outras não. Aff, tenho muito que aprender!!
Bjssssss

Talles Azigon disse...

Oi meu anjo
nha
eu aqui na minha incompetência que passo de semanas sem visitar o blog dos meu tão queridos por falta de tempo e organização tive que abrir uma exceção para você Betty e M ^^ que são meus três tesouros.

Eu fico leve e preciso conhecer mais o Zen, é uma filosofia de vida que deveria realmente ser vivida

abraços
e mande sempre raios de sol do japão através do teu lindo blogm um dos mais lindos da blogsfera

pelasuica disse...

Olá amiga Margarida!

Fascinante o tema e fascinado fiquei com a forma como foi abordado.
Agradeço a visita e peço desculpa da ausência prolongada.

Há algo que tenho que dizer aqui, pois de outro meio não disponho.
Lembre-se sempre que todo o mal feito retorna à sua origem.
Seja feliz!

beijinho
Pedro

Astrid Annabelle disse...

E maravilhoso o Budismo Zen!
Sou profundamente ligada a estes ensinamentos!
Loli é um prazer enorme vir aqui e ler seus posts!

Deixei uma resposta diferente nos comentários do "111"
Se tiver vontade leia...

Beijos doces!
Astrid Annabelle

BIA disse...

Oi Loli!!!
Acho realmente incrível a filosofia oriental, tenho uma imensa admiração por essa cultura, até gostaria de estudar mais profundamente sobre o zen budismo, deve ser realmente uma elevação, esse exercício de paciência é incomensurável.
Ah!!! Adorei a nova bonequinha rosa (adoro essa cor), super lindinha e alto astral!!!
Bom fim de semana zen!!!
Beijos
Bia

Karlinha Ferreira disse...

Amei!

Sou grande fã da cultura e filosofia oriental.

Conheci seu bloghoje e ja estou seguindo.

Beijo, ótimo fds!

Regina Laura disse...

Loli, cheguei aqui através do blog da Carla Farinazzi, o Pequenos Barulhos Internos.
Como já disse a ela, essa frase "um floco de neve num fogão em chamas" foi de um aprendizado instantâneo pra mim.
Calou fundo em minha alma.
Voltarei sempre aqui e vou procurar ler os posts anteriores tb.
Beijo grande

EdeA by Ester disse...

Nossssaaaa a Loli mudou tudo aqui!!!
Eu não disse que "há males que vem pra bem"?
tudo indica que essa sabedoria já segues há muuuiiiitooo tempo amiguita!! nada te abala pois tens uma grande alma e muita CLASSE tb conta né? rsrsrs
AMEI esse layout tá perfeito!!
beijos e um lindo weekend pra voce!!

ManDrag disse...

A Sabedoria não tem idade, é eterna.

Abraço

LuH disse...

Olá...
Olha que surpresa boa vir aqui hoje com tempo!
Tanta luz que nem sei o que ler primeiro.
:)
Gosto da cultura japonesa, aprecio a calmaria. a honradez, o respeito...

Depois do sonho do Samurai (sim ele é verdadeiro e permanebte), vim visitar-te e me encantar mais um pouco.Obrigada!

"Quando os pensamentos foram acalmados, até o fogo é frio e refrescante."

E é assim tb quando obtemos conhecimento. Ficamos em paz, refrigerados...

O sentido que as coisas nos proporcionam é o que há...

Estou em paz!

Adorei!

Bjs

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger