terça-feira, 19 de outubro de 2010

AMIGOS DE ALUGUER...

Hoje, não vou falar do Japão. É daqueles dias em que, na leitura do jornal da manhã, uma pequeníssima notícia, na verdade um "fait-divers", que deve ter passado despercebido à maioria dos mortais, me deixou com a pedra no sapato todo o dia. Passo a transcrever:
ALUGUE UM AMIGO PERTO DE SI
Sabia que já se pode alugar um "amigo" de carne e osso no site rentafriend.com? Quem estiver disposto a ser alugado(a) regista-se lá gratuitamente e introduz os seus dados, quem quiser alugar um amigo(a), paga uma tarifa mensal de 18.69 Euros, para ter acesso aos contactos de possíveis "amigos" no mundo inteiro. E uma vez feita a escolha, os dois intervenientes combinam a tarifa do aluguer...amigávelmente.
.....................................
WHAT???
Não resisti a pesquisar. A ideia luminosa nasceu depois dum Americano, Scott Rosenbaum, ter visto sites similares nalguns países da Ásia e a ter transplantado para os estados Unidos e Canadá. Hoje existe também na China, na Índia, em Israel, na Itália e mais recentemente no Reino Unido.
Ao que parece, há gente tão desesperadamente sózinha que precisa de comprar a amizade, e outros tão necessitados de dinheiro, que a vendem como se de um serviço se tratasse.
A inversão de valores e conceitos, não podia ser mais completa.
Zeitgeist deste nosso "admirável mundo novo"...

34 comentários:

Meri Pellens disse...

Isso é perturbador mesmo. Para onde caminha este mundo? Tanto progresso tecnológico e o ser humano cada vez mais só e interesseiro... Aff... Não sou desse mundo. Jamais iria querer um amigo de aluguel.
Beijos na alma, querida!

PS: CHEGOU!!! AMEI!!! \o/ MUUUUUITO OBRIGADA! (Enviei um e-mail)

diariodumapsi disse...

Ei querida!
Fiquei a me perguntar, será que eu alugaria uma amigo?
Decididamente não, pois o amigo já viria contaminado pelo pagamento, e aí não é amizade, é negócio!
Viche Maria! Durma com esse barulho!
Gd beijo

Tati Pastorello disse...

Sabe que aqui no Brasil já existe também? Já faz algum tempo. Pode ser alugado para conversar sobre alguma questão que você não tem com quem contar (ô dó!) ou até para um passeio... Fala sério. Triste demais mesmo... A solidão às vezes fala muito alto para alguns, mas comercializar o incomercializável é loucura, não parece?
Beijos.

Nilce disse...

Essa é muito boa mesmo.
A falta de amor, de um amor incondicional entre os seres humanos, está transformando os homens em meros espectadores da vida.
Você tem razão Margarida, hoje estamos em sintonia e acho que foi por isso que senti vontade de te ligar.
Também te agradeço pela amizade sincera, pelo que você é e por poder ouvir a sua voz.

Bjs no coração!

Nilce

Rogério Pereira disse...

Alugar uma amiga?
Boa!
Vou nessa...
Alugo e uso
na intimidade e no geral
se me canso, descarto
não tem nada de mal...
a não ser que no contrato
algo tal penalize
mas lerei com cuidado
para não cometer tal deslize!

P´ra alugar fui saber a cotação
Bolas é caro o aluguer
Esperarei pelos saldos fim-de-estação...

Boa?

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
De certa forma estes "amigos de aluguel" existem há muito tempo. Veja as "carpideiras" que eram pagas para chorar em enterros, elas nd mais eram do que amigas de aluguel.
Bjkas e uma ótima noite para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Lívia Azzi disse...

Estou pasma até agora!

Sua reflexão foi direto ao ponto:

"Ao que parece, há gente tão desesperadamente sózinha que precisa de comprar a amizade, e outros tão necessitados de dinheiro, que a vendem como se de um serviço se tratasse".

Amizade sincera "é matéria de salvação", dinheiro não! Incrível como espontaneamente me veio que isso rima com corrupção!!

Os grifos é em referência ao belíssimo conto "uma amizade sincera" de Clarice Lispector, que por coincidência eu e Hamilton lemos juntos hoje e nos lembramos de você no momento!

Um beijo, querida!

Lívia Azzi disse...

O grifo é...

Fernanda disse...

Loli, Sweetie!

Estou ainda a recuperar do choque!

Realmente há quem use e abuse da amizade que alguém genuinamente oferece, dá! Não troca, não vende,DÁ!
Sei que me entendes!

Agora alugar um/a amigo/a???
Gosh!
Ao que chegamos!!!!

Feliz e indubitavelmente, nós não temos desses problemas (~_~) UFA!

Beijo

Beth/Lilás disse...

Oi, Lolipop querida!
Tá melhorzinha? Espero que já esteja superada do mal que sentias há poucos dias.
Bem, já falei sobre este assunto lá no meu pedaço, mas infelizmente não consigo direcionar o que escrevi no passado, pois meu blog,desde que mudei o layout tem dado problema para isso, mas vou dizer-lhe o que falei por lá, em síntese:

"Vi uma notícia através do site da CBN que diz ser normal em cidades como o Rio de Janeiro, pessoas com uma nova profissão, a de Personal Friend, fazendo anúncio nas páginas do jornal "O Globo" desse domingo. Importante lembrar que personal friend não tem nenhuma relação à atividade de garoto de programa, mas sim para acompanhar, principalmente pessoas da terceira idade à shows, teatros, cinemas, festinhas ou quem sabe um velório, mas sempre guardando o respeito e educação."

Disse também na matéria que escrevi que pude constatar numa festa de aniversário que fui certa vez, num bairro elegante do Rio, uma senhora fazer-se acompanhar por um desses rapazes. Impossível de ser algo mais daquela idosa, pois a diferença de idade era enorme e gritante, pareceu-me mesmo uma pessoa paga para acompanhá-la às festas que ela já não consegue ir sozinha por conta da violência, ou de não poder mais dirigir à noite.
Este mundo, apesar de super populoso e cheio de atrações, ainda tem a solidão para muitos e dentre esses há também os que não conseguem 'trabalhar' muito bem esta situação, por isso alguns reclamam e vivem assim para sempre, e outros, como esta senhora, tomam uma medida e vão à luta e não estão nem aí para o que pensam ou não.
um beijo grande carioca

Cammy Redling disse...

Serio Loli???
Eu nunca tinha ouvido falar disso!!
Super interessante este seu post!!
Que loucuraaa...rsrs...

BJOSSSSSSSSS

disse...

Olá!!! Não sei se essa idéia surge da demasiada carência individual ou se da descrença ou inviabilidade de amizade com os mais próximos, seja lá por que motivo. Até onde iremos? Bjos enormes. Fique sempre bem!

Marli Borges disse...

Oiiii Margarida,
Ih, amiga, isso não me surpreende. Os tais "amigos de aluguel" já têm histórias pra contar desde os tempos de antanho. O que vem mudando através dos tempos é apenas o nome. As "carpideiras" como disse a Betty é um belo exemplo desse tipo de amizade. Modernamente temos outras nomenclaturas: acompanhantes, ouvintes, cuidadores, analistas etc. Todos são "amigos(as)" que recebem dinheiro em troca do tempo que dispendem na "amizade".
Bjsssssssss

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Que horror isso, eu não sabia que isso existia. Lembro no Brasil das carpideiras, mulheres pagas para chorar em velórios (coisa que eu acho horrível, uma hipocrisia).

Sem moralismos, mas não é uma forma de prostituir sentimentos? Que coisa triste isso, pagar para ter um amigo, para ter companhia.

Meu Deus... entendo pq vc publicou esse post, pq o assunto exige mesmo mta reflexão.

obrigado por levantar este tema, Margarida. é bom pra gente pensar e repensar mta coisa

bom dia e desejo sempre melhoras p vc

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Inventam cada uma... :s

Denise disse...

Olá minha linda flor, estás melhor?

Amizade não se compra, cultiva! Pelo visto existem pessoas que não entendem o valor real, uma pena.

Penso que nesses casos seria muito forçado, hipócrita... não seria válido comigo não!

Ainda bem que não é todo mundo que pensa igual né!

Bjinhos

Talles Azigon disse...

Já vou me cadastrar ^^ acho que sou a pessoa ideal para ser alugada rsrsr ^^

Talles Azigon disse...

Já vou me cadastrar ^^ acho que sou a pessoa ideal para ser alugada rsrsr ^^

Glorinha L de Lion disse...

Oi lollipop, eu vi uma vez no Programa do JÔ, ele entrevistando uma dessas pessoas, era um homem que vendia seus serviços "de amigo"...ele contou cada caso hilário. Mas acho extremamente triste e um pouco doentio. Não é possível que um ser humano não consiga ter um amigo no mundo! Ele deve ter sérios problemas, não acha? É até perigoso pro tal "amigo" sair com uma pessoa assim. Patético, e uma coisa bem atual. Beijinhos.

ManDrag disse...

Uma ideia a reter e a ponderar.

Como falei no meu blog não tenho a tradicional visão romântica e moralista das emoções e relacionamentos humanos, pelo que acho perfeitamente pragmático o serviço de aluguer de amigo ou acompanhante; o que nada tem a ver com prostituição e nem envolve actividade sexual.
Na sociedade impessoal e desumanizada que criamos e onde cada vez mais vamos ficando isolados nas nossa ilhas/ego tem toda a razão de existir tal actividade.
Há por esse mundo muita gente culta, simpática e de agradável companhia desempregada e muito carecida de dinheiro, enquanto outros esbanjam fartura do mesmo e não têm ninguém com quem conversar sequer.
Apenas um emprego como outro qualquer. A moral nunca deu de comer a ninguém.

Abraços

lu http//:minha-distraçao.blogspot.com/ disse...

Oi Linda,eu já tinha visto em uma reportagem.
eles acompanham as pessoa desde fazer compras compras até idas em medicos,consultas etc.
Aqui no Brasil tem outra modalidade,os Maridos de aluguel rs,sim eles existem.
Você contrata e eles fazem varal,arrumam torneiras trocam lampadas,podam grama,fazem os pequenos consertos que os Maridos não tem tempo para fazer,é a modernidade Amiga rsrs.
Beijo Lu

Vitor Chuva disse...

Olá, Mariana!

No mínimo, a idéia será bizarra, estranha ... e também preocupante, já que será um reflexo dos tempos em que vivemos: da muita gente que vivendo no meio duma multidão se encontra e sente sozinha. No fundo esta é cada vez mais uma carcterística das grandes cidades, e das pessoas que lá não criaram raízes, como que à deriva.
Este aluguer de companhia - não amizade - é o querer preencher algo que falta, partindo do pressuposto que sentimentos e afectos são produto de mercado - de fácil compra e venda ...

Abraço amigo.
Vitor

papoila disse...

Que coisa mais maluca! :)
Mas eu acho que não é a solidão que levevará uma pessoa a comprar um amigo...acho que é ignorância!!!
xx

Inaie disse...

Ola!! Li seu texto e nao pude deixar de comparar o "rent a friend"com o servico que eu ofereco aqui em Bahrain. Sou contratada por uma empresa que me paga para ser "amiga"de familias recem chegadas ao pais.
Perai...eu explico!!

Meu trabalho oficialmente se chama "recolocacao" e eu presto varios servicos.

Na orientacao, eu levo a familia do executivo ( e as vezes so o executivo recem chegado) para conhecer a cidade.

Panorama geral. Aqui sao os clubes, aqui sao os restaurantes, aqui sao os shoppings...

quando eles assinam o contrato, passo dois dias procurando casa com eles. Eu, os clientes e um corretor. Ou varios corretores ( eu nao faco nada, so acompanho)

Depois saimos em busca de escola pra criancada. Eu, so de cicerone.

Depois dessas necessidades basicas, eu ainda passo mais dois dias com os clientes, ajudando a familia a se organizar.

Com uma lista dos interesses de cada um, eu aproveito pra levar as pessoas para fazer mattricula na aula de equitacao, ;evo aos professores de tenis, aulas de pintura, ginastica, saloes de beleza.

Minha ultima cliente me pediu pra ir com ela comprar uma vassoura e uma bucha de limpar vaso sanitario...achei estranho, pergunteis e ela tinha certeza que queria gastar äs horas"dela com isso, e la fomos nos, comprar produto de limpeza.

Agora me responde, isso nao e de alguma forma o mesmo tipod e servico?

Eu ja fazia isso "de gratis" com todo mundo que chegava ao pais.

Entao, de alguma forma eu sou um desses amigos de aluguel!!!!

Beth/Lilás disse...

Querida Lolipop!
Voltei!
Primeiro para dizer-lhe que sobre o meu post em relação aos carros terem ou não air bags e ABS no Brasil, claro que têm, alguns, não todos e quando têm são mais caros por terem estes equipamentos, coisas que deveriam ter já saídos de fábrica.
Mas, por aqui, como pode ver e ler dos amigos lá no meu blog, não são exigidos pelos consumidores, porque brasileiro ainda não aprendeu a exigir estas coisas.
Aqui em casa, nossos dois carros têm air bags e um deles tem também o ABS. Meu marido reza demais estes itens de segurança e, por ser engenheiro, mais ainda.
Portanto, estou esclarecendo a você que no Brasil já tem estes itens há tempos, mas não em todos os carros e existem carros aqui caríssimos sem estes itens, mas como as pessoas só vêem a 'boniteza' não ligam e aí já viu, né?

Quanto ao seu tema, adorei ver as perspectivas de visão que cada um está deixando aqui, principalmente a do amigo ManDrag e da Inaie, pois realmente temos que ver ou entender este tema com mais amplitude nos dias atuais.
beijão carioca

Fernanda disse...

Bom Dia Sweetie!

Vim saber de ti! Estar mais próxima!

Li o comentário da Inaie, interessante!

De alguma forma, também me identifico um pouco com o que ela diz. Há algo em comum no que fazemos, eu agora muito mais esporadicamente.
Eu conto!

Como dei/dou (agora a muito menos alunos) aulas de Português a Ingleses, criou-se um elo muito forte entre nós e eu servi/sirvo ainda hoje, para ajudar em tudo que eles precisem.
Desde acompanhá-los ao médico, aos hospitais ao cabeleireiro, a falar com o carpinteiro, ao tribunal, ao tratar dos testamentos, etc...
ah! e levá-los a conhecer Portugal!
Eu Já fiz de tudo.
De vez em quando lá toca o telefone e lá vou eu.
Devo dizer, que nunca aceitei ser paga por isso, mas recebi em amizade que perdura por todos estes anos.Essa é a maior recompensa!


Mas....
Porque não fazer-se cobrar? Afinal é uma prestação de serviços, e diria mesmo, que é impagável, "priceless".

Num Mundo onde a sobrevivência depende cada vez mais do vil metal e o mesmo rareia! Todo o trabalho honesto merece ser pago, sim!

É outra perspectiva de ver o tema, e assim sendo, mesmo os amigos virtuais pagos, não será nada de assim tão chocante.
Há pessoas que teriam uma vida miserável sem eles...
Se as pessoas solitárias não conseguem fazer amizades espontâneas, naturais, que pelo menos não sofram tanto.

Beijinhos

Lu Nogfer disse...

Ola Loli

Essa eu estou sabendo agora!rs

Fico a perguntar:quem nao teria a capacidade de se doar gratuitamente pra fazer amigos?!
Amigos sao conquistas que vamos a cada dia mais aprendendo...!Basta uma palavra de carinho,um gesto de respeito,um afago....É uma troca que nem sempre percebermos porque o ser humano é docil,meigo...!
Quando abrimos nosso coraçao honestamente podemos conquistar uma legiao de amigos.Mesmo que nem todos sejam bons e honestos amigos, mas no meio de tantos sempre ha alguns em que acertamos e indo mais longe:Alguns viram quase almas gemeas!

Acho que um amigo comprado,o contrato venceria antes da hora!rs

Gostei muito da materia que me fez refletir o valor da amizade!!

Sempre uma novidade por aqui!
Beijos,Loli querida!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lollipop! Olha, a votação lá naquele site é feita através de um cadastro mesmo. Várias pessoas estão tentando tb e não sabem como fazer. Eu não sei bem pq eu mesma não posso votar em mim, mas pelo que soube, vc tem que fazer um cadastro primeiro.
Obrigada pelo empenho. Já estou com 18 votos, só faltam dois para conseguir ser publicada no site. Beijos.

meus instantes e momentos disse...

passando para desejar um feliz final de semana.
e amigos de aluguel, guardando as devidas proporções, estão aos montes por ai.
Maurizio

Fernanda disse...

Loli, Sweetie!

Estás bem???
Acho-te muito parada. Fico preocupada!
Vá lá, diz-me.

Beijos
Huge Hug

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Passei para desejar a vc um ótimo final de semana.
Bjs

Janita disse...

Olá lopipop.
Pode parecer chocante e insólito à primeira vista. Mas, na verdade não o é!
A solidão já é, hoje, analisada e entendida como a doença do século XXI. Quando falamos em solidão não podemos entendê-la com o sentimento que nos assola muitas vezes, quando passamos um dia sozinhos ou sentimos saudades dos nossos entes queridos ausentes. Nem sequer daqueles que vivem sós, já que há muita gente que consegue ocupar-se com qualquer actividade de lazer ou ajuda comunitária, que lhe preenche a vida e os fazem sentir-se úteis.
O mal deste "maravilhoso mundo novo" em que vivemos, é que ninguém tem tempo para ouvir ninguém! Andamos todos tão preocupados com a azáfama e o corre-corre do dia-a-dia, a grangear o sustento familiar e a tentar equilibrar as finanças domésticas, que nos esquecemos das necessidades espirituais. Nossas e dos outros.
Quem aluga um amigo/a, não quer apenas distrair-se. Para isso, vai ao cinema,aluga um vídeo ou vê televisão.
Penso, tenho a certeza, aquilo que essas pessoas pretendem é tão-somente ter perto de si alguém que oiça aquilo que lhes vai na alma.
"Tempo é dinheiro" e nos tempos que correm, só o sol e o luar nos é dado gratuitamente.
Pobres seres solitários, fruto dos tempos modernos!
Desculpe Margarida...um comentário com esta extensão, não é comentário, é abuso!
Beijos
Janita

Wanderley Elian Lima disse...

Olá menina, voltei.
Passei para deixar um beijo e lhe desejar um lindo fim de semana.
Inté.

Tabeteimasu disse...

Nos dias de hoje é tão fácil fazer amizades não é mesmo?

Por outro lado, eu até entenderia algumas pessoas que porventura procurassem esse serviço. Infelizmente existem pessoas com um nível de timidez muito alto que até bloqueiam a possibilidade de fazer novos amigos. São pessoas que falam muito pouco e não conseguem se aproximar facilmente dos outros. Neste caso, acho que até seria válido...mas não seria um amigo de verdade, pois amigos não se compram não é mesmo? Seria apenas um modo de treinar e perder a timidez face às outras pessoas...

Bjo e boa semana,
Carlos

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger