segunda-feira, 2 de agosto de 2010

O GATO NO NIRVANA

As pinturas que representam o Nirvana de Buda, exercem um fascinio especial sobre os Japoneses e estão intimamente ligadas ao Budismo Zen e á sua filosofia de vida. A figura proeminente é obviamente o Buda, no seu adeus tranquilo aos seus discipulos, rodeado de animais, rochas, árvores, deuses, e com uma expressão de quem está satisfeito consigo e com o Mundo. Ao contrário dum Cristo vertical e sofredor, temos um Buda na horizontal e em paz.
No mosteiro Zen Tofukuji em Quioto, há uma pintura do Nirvana famosa e rodeada de muitas histórias. Foi pintada pelo monge Cho Densu (1352-1431), e é uma das maiores deste género. Diz-se que o exécito da família Hosokawa, a utilizou para proteger o seu acampamento dos ventos, num período de guerra em Quioto, no século XVI. Conta-se também, que quando Cho Densu estava ás voltas com essa enorme tela, um gato costumava vir visitá-lo, sentando-se a seu lado contemplando os progressos do trabalho. O artista, que precisava de azul ultramarino em forma de pigmento mineral, disse-lhe um dia, meio a brincar: "Se fores suficientemente bom para me trazeres aquilo que eu quero, pinto o teu retrato nesta tela." Até aí, o gato, não costumava ser um animal retratado no Nirvana.
Como que por milagre, no dia seguinte, o gato, não só lhe trouxe o material de que ele tanto precisava, como o conduziu a um local onde poderia obtê-lo em abundância. A alegria do monge foi imensa, e cumprindo a sua palavra, incluiu o gato na sua pintura.

19 comentários:

Júlia disse...

i need a cat than.

Rogério Pereira disse...

Por cima desta (bonita) lenda informo ter cumprido o meu compromisso de samurai e
coloquei
um post
que lhe dediquei

Hoje assino-me

namban-jin

Lu Nogfer disse...

...Ainda bem que o gato o trouxe o que ele desejava e ainda foi alem.
Belissimas historias!
As pinturas, nossa,um deslumbro!

Belo post!

Beijo carinhoso!

Meri Pellens disse...

Adorei, mesmo porque amo gatos.
Beijocas na sua linda alma!

Lívia Azzi disse...

Gosto da posição horizontal e de paz! Como a de contemplar a beleza do presente e do agora! As cores são lindas, lúdicas e energéticas! E os animais, sempre nos surpreendem!

Beijos flor e uma semana iluminada!

diariodumapsi disse...

Ei Loly!
Realmente o ocidente cultua um Deus na vertical e muitas vezes triste e castrador, o ocidente consegue sublimar a espiritualidade de forma mais leve!Essas pinturas são fascinantes, só de olhar essa primeira pintura já ficamos em paz! Olha a expressão do rosto!!!
Passei para te desejar uma ótima semana,
gd beijo

Felipe Nasca disse...

Parece uma fábula... mas pensando bem, até que não é tão absurdo acreditar que aconteceu assim! ^^

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Perfeito não é mesmo querida amiga.
Simplesmente perfeito, não só a representação de Buda, mas todoo discorrer da história.

E como bem dito, por nossa amiga Lívia os animais sempre nos surpreendem!!

Beijos linda!

Nilce disse...

Oi, Margarida

Adoro essas lendas...
Uma mais interessante que a outra.
Que pintura fascinante!

Bjs no coração!

Nilce

Beth/Lilás disse...

Olá, Margarida!
Realmente esta pintura de Buda no Nirvana é linda e traduz paz, nada de tristeza ou sofrimento. Gosto disso.
E os gatos, como são interessantes este bichinhos, até nas lendas!
bjs cariocas

Denise disse...

Que lindo post, querida! Ainda mais saber que o animal está presente e forte!
Bjs carinhosos

Ester disse...

Voce é tremenda, né amiga? rsrs
Culpa toda sua que tô na blogagem...

Esse quadro mostra a paz e tb tanta LUZ!!
Meu gato até agora só me traz abundância de fúria e stress com seu caráter!!!affff... por que só o meu é assim?
bjss Lolita!! adorei o texto!!

Michelle Lynn disse...

Como sempre traz posts que nos faz pensar... linda a história!
Muitoss beijoss,
Mi

Tati Pastorello disse...

Fico feliz pelo gato. Amo-os sobremaneira!
Acho-os lindos, inteligentes, livres, autênticos.
Adorei a lenda, a ideia do Buda tranquilo, em paz, feliz consigo e com o mundo. É tudo o que precisamos.
Beijos.

Fernanda disse...

Hi sweetie!

I love cats, no need to wonder why?

Primeiro adorei saber porque que é que o Buda está sempre sorridente e confortável... Não fazia a menor ideia. Obrigada!
Depois, as lendas que nos contas são sempre fantásticas.
Sei da dificuldade em obter esse pigmento para fazer o azul cobalto, cor sempre linda e muito usada em pinturas, especialmente em telas a óleo.

Huge Hug and tender kisses.
Love to you!

Na casa do Rau

Elisa no blog disse...

Que gato esperto. Gostei da história. Já fui a esse templo mas não sabia da pintura do gato. O Japão já passou por muitos sofrimentos e a ideia de Nirvana era um alento para muitos sofredores. Achavam que um dia, se fossem virtuosos poderiam atingir o Nirvana.
Mas há diferença entre o Nehan e o Satori.
Nehan é o estado nas pinturas em que o Buda está morto. Satori é quando se atinge o ápice da elevação espiritual. Os dois conceitos são tratados de forma completamente diferente.
Acho que a pintura quer dizer que o Buda atingiu o Satori e está em estado de Nehan.
beijos,
Elisa

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu tava pensando em fazer um post sobre isso. Pq em muitas culturas os gatos sempre são símbolo de negatividade. E aqui no Japão, ao contrário, um símbolo de bons agouros.

Lindo post. E vivam os gatos!

Cau. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cau. disse...

Adorei! (Fora o fato de que sou amante de gatos...)

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger