quinta-feira, 1 de julho de 2010

TEMPERAMENTO


Um estudante de Zen, dirigiu-se ao seu mestre e disse-lhe:
- Mestre, tenho um temperamento incontrolável. Como poderei curar-me?
- Tens algo de muito estranho. - replicou este - Mostra-me o que tens.
- Neste momento, não o posso mostrar. - disse o discípulo.
- E quando poderás mostrar-mo? - insistiu o mestre.
- Surge quando menos se espera.
- Nesse caso, - concluiu o mestre - não deve ser a tua verdadeira natureza. Se fosse, poderias mostrá-lo em qualquer momento. Quando nasceste não o tinhas e não o recebeste dos teus pais. Pensa nisso.

 Fonte: 101 Histórias Zen, Nyogen Senzaki e Paul Reps

30 comentários:

Thais Moura Shoes disse...

As coisas são bem mais simples do que parecem, não é verdade??

http://thaismourashoes.blogspot.com

Meri Pellens disse...

kkk... Gostei dessa!
Beijoca na alma, querida,

papoila disse...

Gosto muito dessas conversas com os mestres....
Tenho uns livrinhos que adoro, são em francês se quiseres saber o nome diz que acho devias gostar.
xx

Wanderley Elian Lima disse...

Pura verdade, o que é nosso já nascemos com ele.
Beijos

Tia Ném disse...

Oi amiga.

Andei sumidinha... agora estou de volta, viu! Saudades!!!!

Gostei do texto. Sempre tiramos algum proveito com os "mestres" não é mesmo?

Bjs prá vc, amiga!

Tia Ném.

Fabiano Mayrink disse...

Oi Lolipop! Desculpa na demora em vir dar o retorno dos seus comentarios.

Vou fazer depois o sorvete 'gelado' que vc me enssinou, deve ficar uma delicia e o melhor é facil de fazer!

Acho que vc nao mora no Brasil, pois chamou creme de leite de nata, ou é uma diferença regional?

Eu conheço propolis sim, é um santo remedio, um dia eu vi em um documentario que mostrou que um rato tinha entrado na colmeia das abelhas, ai as abelhas mataram o rato com os feroes e o envolveu em propolis, da quando foram coletar o mel, o rato estava la sem apodrecer, embalsamado!!

um abraço!

Fabiano Mayrink disse...

ps: como vc usa o propolis Margarida? vc engole?

esse texto do seu post de hj é bem reflexivo!

Nilce disse...

Oi, querida

Passando pra te dar um OI.
Acabo de chegar do hospital. Mas estou bem.
Gostei muito da conversa do texto.

Bjs no coração!

Nilce

pequena disse...

Adorei o blog rs bjos e boa sexta feira pra vc!

pequena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
disse...

Olá Margaridaaaaaaa!!!! Como estás???? Amei seu post, mas isso não é novidade, amo e aprendo muito com todos eles. Essas conversinhas sempre nos despertam para algo muito grande. Bjos no coracão!!!

andreia inoue disse...

como sempre adorei o seu post. E hj lembrei de vc,fui na cidade de atami visitar um museu maravilhoso e la tem uma replica da casa de cha do imperador,eh linda demais,depois coloco a foto para vc ve,afinal foi atraves do seu post que conheci mais sobre as tecnicas de como apreciar um bom cha.
:D
beijao queridona.

Denise disse...

Olá Margarida!

Muitas vezes a verdade está tão exposta que não percebemos, não é mesmo?

Adorei o post!

Ótima sexta, bjinhos!

Tati Pastorello disse...

Ah, tenho este mesmo temperamento (ou não tenho também?) e adoraria saber como domá-lo. Não gosto dos momentos em que saio do controle. E são mais frequentes do que gostaria.
Beijos.

ONG ALERTA disse...

Maravilhoso, sinceridade sempre, paz.
Obrigada por teu carinho beijo Lisette.

Betty Gaeta disse...

OI Margarida,
Fiquei pensando ... será que é verdade?!? Eu não sberia responder.
Bjkas e um ótimo final de semana para vc.

Bah disse...

Hmm muito interessante esse pensamento, não é a tôa que veio de um mestre rs... Mas é sábio.

Kisu!

Fabiano Mayrink disse...

Eu pensava que voce fosse japonesa ou que ja tivesse morado no japao, pois se percebe que gosta muito de artigos do Japão.

Mais onde se mora ou de que nacionalidade nao importa nao é! Fiquei curioso pra conhecer o lugar que vc mora, ja imaginei aqui a cena na minha mente de como se deve ser por ai, deve ser um lugar muito bom de se morar, praia mar, relaxante! um abraço!

ps: Eu nunca vi propolis em comprimidos, deve ter mais o mais comum é o liquido.

Fabiano Mayrink disse...

ps denovo: nao precisa pedir desculpas nao, é essa diferença de vocabulario que deixa tudo mais legal ou giro como dizem ai, nata aqui é nata de leite mesmo, aquele que se retira quando o leite integral é fervido, eu tiro essa nata e fasso um tipo de rosquinha

Lu Nogfer disse...

Nossa natureza essencial nasce conosco e podemos fluí-la a qualquer momento!
Bela reflexao!

Beijos

Fernanda disse...

Hello Sweet Margarida!

Gostei do teu conto que é mais uma boa lição!
Só os orientais têm esta forma singela de dizer as coisas mais simples com esta natural simplicidade! Redundância prepositada.

It was "just a perfect day" for me, José and obviously to my son.
He finally got the job of his life.
I'm feeling on cloud nine.

Hugs and Kisses.

Cammy Redling disse...

Hummmm muito boa! Por isso mestre eh mestre!!!

Oii Loli!!
Obrigada pela visita!
Estava sem inspiracao nesta sexta...mas nao queria deixar passar em branco, sem postar nada...entao falei soh um pouquinho sobre o 4 de julho!

Obrigada pelo seu carinho, todas as semanas!!
Depois vou colocar umas fotinhos novas!!
Um bjao querida!
Cammy

Talles Azigon disse...

eu estou pensando e ficrei por um tempo, eu sei que a mensagem é mais profunda, pois estar perturbada a minha alma.

pensandoemfamilia disse...

Olá
passei para conhecer o seu blog e achei interessante a reflexão.
bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Gostei desse post. A diferença do que somos e do que "somos".

Vc já participou de reuniões em templos xintoístas? Os monges lançam essas histórias e todos debatem e refletem sobre ela? é muito interessante.
bom fim de semana!

Elisa no blog disse...

Oi,
Tem razão. Tem muitas coisas que somos ao nascer e outras adquirimos com o tempo. Meu avô era budista e agora vejo que vivia como um budista. Com comedimento e tranquilidade. O povo japonês é budista sem mesmo perceber. Acho.

Obrigada pelas felicitações.
Obrigada pela dica das malas. Começar 15 dias antes mostra sua disposição para vir ao Japão.
beijos
Elisa

MANU PINK disse...

Q TEXTOS FABULOSOS QUE LI AQUI NO SEU BLOG ADOREI!!!!ESTAREI SEMPRE POR AQUI!GOSTO DE LENDAS-HISTÓRIAS DO PASSADO QUE NOS REMETEM A MUITAS REFLEXÕES PARA NOSSAS VIDAS!BJOKITAS, JÁ SOU SUA SEGUIDORA, ESPERO Q CURTA O MANUPINK!

Ester disse...

Que sabedoria...mammamiaaaaa...pura verdade!!!

beijinhos querida, to de volta, mas nao sei até qdo...hahaha

Voce deve saber o que é "saco cheio"!
Então, é como eu to ultimamente....acho que o calor...haha

AmoJoias disse...

Olá!Querida!
hummm que delicia de ensinamento! muito especial! Guardo comigo e sempre leio e releio a seguinte mensagem do Mestre Dogen.
"Estudar o Caminho é estudar a si próprio. Estudar a si próprio é esquecer-se de si próprio. Esquecer-se de si próprio é tornar-se iluminado por todas as coisas do universo. Ser iluminado por todas as coisas do universo é livrar-se do corpo e da mente, de si próprio e dos outros, neste momento, até mesmo os traços de iluminação são eliminados, vida com iluminação sem traços continua para sempre.”

bjinhusss

Michelle Lynn disse...

Estava conversando sobre isso com minha mãe outro dia... não só os temperamentos, mas como todos os sentimentos - bons ou ruins - eles não nascem com a gente, não vem dos nossos pais... os sabios são aqueles que sabem controlar seus sentimentos...

Êta coisa difícil!!! Só para os mestres mesmo... rsrsrs

Bjosss grandesss

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger