segunda-feira, 21 de junho de 2010

O CAMINHO DOS DEUSES

Shinto, Kami-no-michi, The Way of the Gods, O Caminho Dos Deuses, é por excelência a religião do Japão. O Budismo chegou mais tarde, há quem diga que via Coreia, e em alguns aspectos continua a ser importante. O Budismo tem um fundador, uma doutrina e uma base histórica. O Shintoísmo, não tem nenhuma destas coisas. As suas origens perdem-se na bruma dos tempos. Como fé, cresceu do espanto e tremor que os humanos sentem perante o mundo à sua volta, a fertilidade do útero e da terra, as forças naturais e os mistérios da vida.
No Japão, acredita-se que o mundo está repleto de espíritos primordiais conhecidos como KAMI. O mundo que não conseguimos ver, é, portanto, rico em vida e carregado de energia.
Podemos encontrar templos Shinto, por todo o Japão, a maioria pequenos e humildes. O objecto de veneração, é muitas vezes um espelho polido, uma superfície que reflecte e contém o mundo à nossa volta. Esses espelhos, polidos ainda que também ligeiramente enevoados, são, ao mesmo tempo, reflectores e obscuros, um símbolo perfeito da natureza do impulso religioso.
Entra-se nos templos Shinto passando por baixo das TORI e as entradas estão normalmente guardadas por um par de animais em pedra: os "lion-dogs" ou Koma-Inu (Korean Dogs), que teriam sido trazidos da China através dum intermediário Coreano.
 Estes protectores duma área sagrada, que a Tori separa do mundo secular, têm, um a boca permanentemente aberta, outro, a boca sempre fechada. É a chamada postura AH-UN, sendo o AH o primeiro som que fazemos quando nascemos, o UN, o último som produzido antes da morte. Simbolizam o alfa e o omega do alfabeto sânscrito.
No Japão, existe a expressão ah-un-no-kokyu. Kokyu quer dizer "respiração", e significa uma harmonia perfeita, dois ou mais respirando como um. Como no amor?

15 comentários:

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Mais um aprendizado de certo.
E disse aqui algo muito importante, que no japão realmente se acredita e leva muito a serio a existências dos espíritos primordiais.
Muito respeitado por lá, inclusive casas de familias desencarnadas, que são literalmente fechadas, e na placa o dizer é de proibida a entrada de pessoas ainda encarnadas.
Quanto aos Koma-inus eu não sabia, e fiquei muito feliz em saber.
E realmente faz todo sentindo o estado de suas bocas em pronúncia ao Ah e Un.
De certo singular ao amor, que tratam dois corpos feito um.

Beijos, adorei a postagem!

Fernanda disse...

Konnichiwa
Querida amiga Margarida!

Não paras de me surpreender e eu de tentar aprender contigo, embora não consiga seguir-te...és muito rápida, uma verdadeira lebre.
Tu estás a léguas de distância e o que me passas é muito instrutivo, atractivo, fantástico, mas eu não consigo assimilar tanta informação dada.
Estas tuas aulas são como cursos intensivos para quem já sabe muitíssimo da matéria.
Naturalmente que isto não é uma crítica... é mais um lamento.

Espero conseguir ir bebendo da tua fonte...pouco a pouco, até começar a sentir-me mais dentro deste mundo fascinante.

Oyasuminasai
Konnichiwa,

Love

Na casa do rau

AmoJoias disse...

Oiii Lolipop! Que prazer ter encontrado seu blog! Nossa atem tudo que eu amo, sutras, zen (sou budista, gatinho (logo de cara) e hello Kitty!!!
ahhhh só posso dizer q estou amando estar aqui descobrir r saber tantas coisas legais e saber que é possivel encontrar uma pessoa tão parecida comigo, mesmo quando acho que pareço tão diferente!
ameiiii
um super bju

Wanderley Elian Lima disse...

Eu também acredito que os espíritos estão no universo para nos proteger e orientar. Sobre o post, não conhecia essa religião citada.
Beijos

Denise disse...

Adorei conhecer essa religião através do seu post, não conseguia ver uma explicação clara e foi por aqui que a encontrei, simples e bela!

A cada dia me surpreendo com vc, Margarida!!!

Bjinhos

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Adorei saber um pouco mais sobre a espiritualidade oriental.
Bjkas e uma boa noite para vc.

disse...

Olá Margarida!!!!Você escreve com muita propriedade todos os assuntos relacionados ao japão. Admiro muito tanta dedicação e amor que você tem por lá. Bjosss

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Ah Un ... que giro :)

Denise disse...

Olá minha querida Margarida!

O sagu é o mesmo que bolinha de tapioca, é que em SP costumamos falar mandioca e acabei me esquecendo desse detalhe... me perdoe! rs

Essa sobremesa é mto gostosa, não tem quem não goste!

Qualquer dúvida é só perguntar!

Bjinhos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Acho muito bonito os templos xintoístas e seu simbolismo.
e a integração dos deuses com natureza (animais, pedras, etc).
Mas há um ditado no Japão: todo japonês nasce xintoísta e morre budista rs...

Acho que a crença no xintoísmo aqui é meio como a crença católica que há no Brasil. A maioria se diz católico, mas diz para falar q acredita em Deus. Só que raramente vão as igrejas, etc. Os templos sempre são muito frequentados, por causa do forte cunho cultural que carregam, cheio de eventos fantásticos.

No meu canal do youtube tem vários vídeos de templos xintoístas, não sei se já viu Margarida.

bjs e bom dia pra vc! E que goleada de Portugal,Brasil tremei! rs

cantinho she disse...

Oie querida, tem selinho pra vc lá no meu Cantinho, o nome do selinho é "Prêmio Dardos" e está no meu segundo post do dia 21/06, beijo, beijo!
She

Ricardo Calmon disse...

Quase um doutorado em simplicidade e sapiencia contigo estoy absorvendo,coisas de escriba ,por anjos nomeada!

bzu mãos suas anjo em forma flor mulher

viva la vida

huhuu pura magia essa ,de com os anjos,viver e falar,como usted!

smackkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Tb não sou muito de pintura de flores, mas qdo vi aquelas, me rendi!
Bjkas e uma ótima terça-feira para vc.

Michelle Lynn disse...

Tenho um profundo respeito e uma grande admiração pelas Religiões, mas confesso que me identifico com as Religiões Antigas ou aquelas ditas, pelo Cristianismo, como Pagãs.

"O Shintoísmo, não tem nenhuma destas coisas (fundador, doutrina e base). As suas origens perdem-se na bruma dos tempos. Como fé, cresceu do espanto e tremor que os humanos sentem perante o mundo à sua volta, a fertilidade do útero e da terra, as forças naturais e os mistérios da vida."

O homem sempre buscou por essas respostas e sempre acreditou encontrá-las nos Deuses e, por isso, o meu fascínio.

Que post maravilhoso e instigante! Deu-me logo uma vontade enorme de ler mais e mais... conhecer mais e mais...

Uma religião ocidental que possuo pouco conhecimento, mas que sou louca para pesquisar mais é a Celta.

Não é à toa que adoro esse blog!!!
Margarida, amei mesmo!!!
Bjosss amiga!!!

Meri Pellens disse...

Impressionante! Muito bom conhecer um pouco mais da religiosidade japonesa.
Beijos na alma, querida amiga!

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger