quinta-feira, 20 de maio de 2010

FRED FLINSTONES OF THE FUTURE

Issey Miyake, convidou a famosa visionária de tendências a Holandesa  LI EDELKOORT, a organizar uma exposição no 21_21 DESIGN SIGHT em Tóquio. As previsões desta guru do design internacional e "trend forecaster", que já trabalhou para nomes como a Coca-Cola, a Nissan e a Gucci, têm tanto peso que correm o risco de se tornarem profecias realizadas. O convite feito pelo famoso estilista Japonês, tem por base a preocupação com uma relativa insularidade nipónica que poderia levar a geração mais nova a movimentar-se em círculos. Segundo palavras de Edelkoort : "Japanese aesthetics are very beautiful, very powerful, but they are starting to lack some energy or air. So he felt he needed to make a counterpoint...".
A exposição, intitulada "POST FOSSIL: EXCAVATING 21st CENTURY", dá a conhecer trabalhos de designers estrangeiros com uma estranha vibração tribal, formas animais, materiais naturais e reciclados e designs inacabados.
"Sinto que a sociedade anseia por uma relação mais intima com a natureza e com materiais naturais e animais. Daí o uso frequente de peles de animais e a ênfase em ossos e esqueletos. Eles (os jovens designers, parecem voltar ao começo dos tempos, em vez de fazerem afirmações futuristas."
Num seminário numa Universidade Japonesa, Edelkoort declarou: "Básicamente, estamos num momento em que a humanidade olha para o mundo com um certo animismo. Claro que no vosso país o animismo faz parte da vossa religião. Penso que têm sorte, porque vai ser um tema futuro para o mundo." 
O ponto de referência para muitos dos trabalhos é a Idade da Pedra, por isso, o catálogo da exibição, descreve os novos designers como os "Flinstones do Futuro".
A única participante Japonesa, é Sayaka Yamamoto (na primeira foto), que trabalha com o designer Israelita Boaz Cohem, como parte da cooperativa BCXSY, sediada em Eindhoven.
Mas, as previsões de Edelkoort, que viu a sua deslocação ao Japão ameaçada pela nuvem do vulcão Islandês de nome impronunciável, ultrapassam o mundo das artes e alargam-se a todos, quando diz:
"A nuvem de cinzas foi um aviso importante para todos os países. Se não tiverem produção local, vai haver um momento em que não conseguirão comida, não conseguirão farinha, não conseguirão arroz, e não poderão importar nada. (...) Isto é o que eu sinto de forma muito forte, porque um dia penso que poderemos, talvez, estar dois meses sem conseguir voar."

5 comentários:

Betty Gaeta disse...

Gostei muito, achei interessante, mas não creio que profético. Acredito que chegará o dia em que todos os humanos serão vegetarianos (eu já sou) e isto acabará com a fome mundial e diminuirá consideravelmente a poluição.
Amei aquela imagem do vidro derretendo, achei-a um tanto surreal.
Bjkas e boa noite.

Ângela disse...

OLA QUERIDINHA, VC. NÃO TEM NOÇÃO DO QUANTO ESTOU CANSADA...., hoje montei 21 placas de mosaico para um banheiro, meus braços doem muito, mas vai ficar lindo, tirei varias fotos e quando ficar pronto faço um post pra vcs. verem.
Gostaria de ver as mudanças que esta fazendo em seu hall, fotografa e mostra pra gente.
Este final de semana respondo as regrinhas do selinho, tá bom!!!
Com sinceridade não li este ultimo post, volto aqui e coloco minha leitura em dia.
Também gosto muito de você.
beijokas e muitas borboletas a te rondar.

Nilce disse...

Oi, Margarida

Adoro estes teus posts. É como diz a Betty não é profético, é real.

A imagem do vidro também me encantou.

Bjs no coração!

Nilce

Betty Gaeta disse...

Seu blog é ótimo! Uma das poucas coisas diferentes que eu encontrei na blogosfera!
Bjkas e boa noite.

andreia inoue disse...

ola,ja vou seguir vc tambem,e pode participar do sorteio sim,
eh so deixar os dados la.
:D
beijao.

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger