domingo, 25 de abril de 2010

THE JAPANESE FLOATING WORLD

"Living only for the moment, savoring the moon, the snow, the cherry blossoms, and the maple leaves; singing songs, loving sake, women and poetry, letting oneself drift, bouyant and carefree, like a gourd floating along the river current." Ryoi Asai, Tales of the Floating World

Floating world diz-se em Japonês, ukiyo. A palavra ukiyo era originalmente uma expressão Budista, significando "este mundo de dor". Foi evoluindo para " este mundo transitório e de ilusões", e finalmente para "this fleeting, floating world". Um "floating world" ligado aos locais de diversão e prazer, em que a felicidade é um momento passageiro, no "aqui e agora". No antigo Edo, Yoshiwara, era o território do prazer, com teatros de kabuki, casas de chá frequentadas por geishas, restaurantes, bares, e milhares de cortesãs.
As "ukiyo-e", literalmente "Pictures of the Floating World", são um tipo de arte muito próxima destes prazeres urbanos. Muitos artistas de "ukiyo-e", anunciaram espectáculos de teatro, bordéis, retrataram actores populares ou belas jovens em casas de chá.
 Mas, acho que poucos pensam no processo de feitura, moroso e complicado, destas "woodblock prints". Depois de desenhada a imagem que o artista queria ver impressa, era necessário sobrepõr o desenho num bloco de madeira e "esculpir" aí, com um utensilio próprio a imagem. Só uma cor podia ser usada de cada vez. Bom, aqui fica um vídeo, que infelizmente, não mostra imagens do "floating world".


0 comentários:

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger