sábado, 12 de dezembro de 2009

100 anos de Akira Kurosawa

Tal como Tanizaki, Kawabata e Oe, tiveram a sua escrita celebrada no estrangeiro, com a atribuição de um Prémio Nobel a cada um deles, também Kurosawa, Ozu e Kitano, ofereceram a face do Japão, as suas paisagens e a sua história ao resto do mundo. AKIRA KUROSAWA (1910-1998) assumiu, contudo, um papel particular. Filmes como RAN ou a SOMBRA DO GUERREIRO foram largamente visualizados e comentados nos anos 80, mas poucos conhecerão DRUNKEN ANGEL (1948), STRAY DOG (1949) ou SEVEN SAMURAI(1954) e menos ainda sabem que George Lucas admitiu que o seu primeiro Star Wars foi influenciado pelo THE HIDDEN FORTRESS(1958) de Kurosawa.
O aniversário dos 100 anos do seu nascimento está à porta, e o Banzai não quis deixar de o lembrar. Não que ele próprio quisesse ser lembrado. Era a sua obra que ele não queria esquecida. Uma vez escreveu: "Peguem em mim, subtraiam os filmes, e o resultado é zero."
Famoso pelas más relações com os media, era também conhecido entre aqueles que com ele trabalhavam por Tenno-Imperador-pela disposição algo ditatorial que acompanhava as suas realizações.
"Though I am certainly not a militarist, if you compare a production unit to an army, then the script is the battle flag and the director is the commander of the front line."
E deste comandante a memória perdura. Venceu a batalha do esquecimento.

0 comentários:

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger