sexta-feira, 11 de setembro de 2009

YOKOHAMA II


Após a assinatura do Tratado de Paz e Amizade, os estrangeiros começaram a instalar-se no meio dum ambiente algo hostil, com muitos opositores aos acordos com os bárbaros do ocidente. YOKOHAMA, era dos poucos locais onde americanos, ingleses, holandeses, franceses e alemães, se podiam instalar em segurança. Assim, aquilo que era uma simples vila piscatória, começou pouco a pouco a transformar-se num porto internacional. PHILEAS FOGG, tentou chegar a YOKOHAMA, quando tentava atravessar o Pacífico, desde Hong Kong até San Francisco, no romance de Júlio Verne de 1872, " A Volta Ao Mundo Em Oitenta Dias ".

A primeira linha férrea do Japão, foi construída entre YOKOHAMA E SHINAGAWA-Tóquio, em 1872. O JAPAN HERALD, o primeiro jornal japonês em língua inglesa foi aí publicado em 1861.

Sir Ernest Satow no livro " A Diplomat in Japan ", descreve assim a vida na época : " Money was abundant, or seemed to be, every one kept a pony or two, and champagne flowed freely at frequent convivial entertainments. Races were held in the spring and autumn (...). Longer outings were to Kanazawa, Kamakura and Enoshima, but anyone who had ventured as far as Hachioji or Hakone, which were beyond the Treaty limits, was regarded as a bold, adventurous spirit. "

O espírito cosmopolita do porto manteve-se. Na era TAISHO ( 1912-26 ), foi nos seus salões de baile que o famoso escritor JUNICHIRO TANIZAKI, aprendeu a dançar o foxtrot entre mulheres bonitas e inúmeros dandies.
Em Setembro de 1923, a cidade foi parcialmente destruída pelo GREAT KANTO EARTHQUAKE, e voltou a sê-lo pelos raids dos B-29 durante a II Guerra Mundial.

0 comentários:

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger