quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

PRINCÍPIO DA INCERTEZA

Todo e qualquer espaço...
...sofre um processo de mutação...
...instigado pela pessoa que o observa, e sempre que o observa.
Princípio da Incerteza de Werner Heisenberg
Fotos: Banzai

27 comentários:

Felipe disse...

Nunca tinha ouvido falar nesse princípio. Instigado pelo post, fui buscar na web e encontrei uma explicação muito chata, já que é totalmente matemática, ciência pela qual não tenho afinidade, rs.

Mas a maneira como foi apresentada aqui no Banzai foi incrivelmente certeira. Simples, direta e disse muito falando pouco!

Adorei!

Kisu ^^

. intemporal . disse...

.

. bel.íssimo .

.

. amplo . assertivo .

.

. inspirador e até instigador .

.

. de.leito.me aqui .

.

. e deixo.TE um apontamento de ternura .

.

. paulo .

.

Rogério Pereira disse...

As restrições à precisão com que se podem efetuar medidas aos liquidos observáveis em simultâneo (copo e jarros) de uma classe de pares de observáveis (tinto e branco) não me impedem de concluir que este post foi construido por alguèm em fase de abstinencia pós natalicia...

Boa?

Hoje assino-me

"Fisico-Quantico cus copos"

(gostei imenso do seu comentário no meu livro)

orvalho do ceu disse...

OI, Lolipop
Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
Cheguei hoje de viagem...
As minhas férias foram deliciosas... Ficar juntinho dos filhos e netos é tudo de bom!!!
Bjs com gostinho de início de ano

Lívia Azzi disse...

Querida Loli,

Belas fotografias, espaço e pensamento compartilhado.

Eis que no princípio da incerteza, cabe também o princípio da relatividade!

Beijos!
Ps. mandei o e-mail ;-)

Lívia Azzi disse...

Voltei porque o post também me lembrou o pensamento da transcendência...

Li que Husserl gostava de explicar a partir de um cubo ou uma caixa de fósforos que não importava a maneira como mostrava o objeto em questão, nunca seria visto mais que três faces ao mesmo tempo, embora tivesse seis.

Não há saber absoluto, pois todo visível se apresenta sempre sobre um fundo de invisível, jamais conseguiremos capturar nada como entidade última, um Ser supremo ou uma causa primeira que garanta a existência do real em que mergulhamos. E é nisso que existe transcendência, alguma coisa que nos escapa sempre no seio daquilo que nos é dado... (adaptado de "aprender a viver" do Luc Ferry)

Beijos!

Luma Rosa disse...

Até porque os objetos e pessoas não ocupam o mesmo espaço, mesmo que fiquem estáticos 24hs.: A terra gira, o ar modifica, a luz varia de intensidade... rs. Beijus,

Glorinha L de Lion disse...

Interessante tua observação. Não conhecia esse princípio, mas já o havia sentido, mesmo sem "sabê-lo". Afinal o que é a vida senão aplicar as teorias à prática? Beijinhos mil,

"(H²K) - Hamilton H. Kubo" disse...

Perfeita a maneira como expressou em imagens um pensamento realmente verdadeiro.
A incerteza de fato consome o observador!

Beijos Loli...

Adoro-te

Ângela disse...

Minha flor, não se pode conhecer com precisão absoluta a posição ou o momento de absolutamente nada na vida!!!! Lindas fotos como sempre, dessa forma é mais fácil explicar e entender......
beijos com carinho

Fernanda disse...

Loli, sweetie!

Tal como o Felipe, nunca tinha ouvido falar em tal princípio e também fui à Net documentar-me :)))
Not kidding!!!I swear!!!

De tudo o que li, este pedacinho pareceu-me ser o mais interessante.

"Todas as grandezas que podem ser medidas correspondem aos chamados "autovalores" de certos objetos matemáticos chamados de operadores (na verdade, a natureza requer que esses operadores sejam de uma classe especial, a dos "observáveis")."
Isto diz-te alguma coisa???

O que aqui me foi dado observar e concluir, é que de facto tudo é relativo, logo incerto!

Beijinhos

Nilce disse...

Oi querida

Nunca tinha ouvido falar deste princípio, mas a observação e a maneira de se olhar algo pode mudar qualquer conceito.
Adorei as fotos que explicaram muito bem.

Bjs no coração!

Nilce

Paulo Becare Henrique disse...

O princípio da incerteza ilustrado com fotos de uma rara beleza.
(A rima não foi intencional, rs.)

Interessante notar a comprovação desse princípio através das sutis diferenças entre uma foto e outra.

M. disse...

Bom princípio o conceito.

Sempre a aprender.

Lililooks disse...

Com disse paulo, o princípio da incerteza, é indispensavel os objetos para traduzir nossos sentimentos em alguns momentos.
Säo as vezes täo profundos que até mesmo em um simplis son do vento podemos nos expresar de alguma maneira ao meus olhos sempre caí uma lágrima eu mesma nem sei a razäo. Quando existe fogo a energia é ainda mais forte, transforma, algo täo intenso como disse o outro amigo espaço e tempo...sem explicaçäo... Lindas fotos, beautiful moment...
beijos com sabor de chá verde...

Maria Helena disse...

Minha querida, não conhecia o princípio mas já o trazia no meu ser. A inexatidão, a incerteza... nos levam as buscas, as inferênciasm que nos incitam a olhar de outra forma o que é óbvio.
Acho que a poesia nasce desse novo ângulo do olhar apurado para perceber o que há de novo no que é habitual.
Belíssimo post!
Aliás, qual seu post que não é uma maravilha?
Você se supera!
Sou sua fã, menina!

Astrid Annabelle disse...

Na minha opinião Loli é esse princípio que move o mundo...
Linda apresentação...lindas imagens.
Tudo perfeitamente incerto.
beijos ternurentos.
Astrid Annabelle

Cammy disse...

Oi minha querida amiga!
Que interessante!!!
Foram poucas palavras, mas que nos faz pensar!
As fotos estao ADMIRAVEIS!!
Bjs com carinho!
Cammy

Georgia disse...

Meu Deus, quase me esqueço do que vc me pediu, gomen ne!!
Não achei meu jisho ainda, mas procurei aqui na net, a palavra é eternidade né?
http://liafugita.com.br/2009/11/15/pop-kanji-08-eien/


Bjus!!!!

andreia inoue disse...

ola queridona,
nunca tinha parado para pensar a respeito do principio da incerteza!
:D
muito legal o modo como vc nos apresentou,deu ate vontade de ler mais a respeito.
um beijao.

Cammy disse...

Oi Loli!! Nunca ouvi falar neste livro, me deixou curiosa, com certeza irei buscar saber mais sobre ele!!! Amo ler livros!!
Bjos amiga! Um otimo FDS!!! Bjsss

Betty Gaeta disse...

Oi Margarida,
Não conheci este princípio da incerteza. parei até para refletir.
Adorei as fotos.
Bjkas e um ótimo final de semana para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

f@ disse...

Olá Loli,
Boa noite.
...
Lamento qualquer mal entendido…
E da minha parte peço desculpas…
Assumo aqui algum erro ou mtos que tenha cometido com a Mariz e consigo pelo facto de a ter alertado para o post de final de ano,… afinal já antes alguém o tinha feito de forma anónima… e eu nem reparei...

não quero continuar por aqui…
... neste vai vem de intriga ( em que a Loli não se mete bem sei)
assim sendo e porque a minha causa é diferente eu peço desculpas pela falta de explicação que prometi… e, que visava desavenças antigas que finalmente superamos…

eu e a Mariz fizemos cedências e ficamos no nosso cantinho… assim espero.

+ uma vez desculpas
Um beijo

Ana SS disse...

e tb nós nos transformamos.

Beth/Lilás disse...

Querida Loli!
Sempre trazendo coisas novas e importantes para refletirmos.
Eu, mais uma, também que não conhecia sobre este princípio e fiquei aqui a raciocinar em cima dessas belas imagens.
Tenha um lindo sábado e um super beijo carioca.

. intemporal . disse...

.

. e eu,,, .

.

.

. eu fico por aqui . ontem . hoje . a.manhã e sempre .

.

.

. porque do joio não reza a história . almanaque das trevas,,, como pó que sufoca a plenitude do olhar .

.

. um bom fim.de.semana .

.

. paulo .

.

.

. e porque as palavras são de todos e de ninguém e porque há muito que escrevo assim: .

.

. e.terna.mente . nesta ternura terna e e.terna que hoje te deixo .

.

Bah disse...

Definitivamente preciso me aprofundar mais no princípio da incerteza rs...

Adorei as fotos e me surpreendi com as azeitonas... confesso...

Kisu!

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger