segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DIA DO GRITO! VIVA A POESIA! - FERREIRA GULLAR

O meu amigo poeta, TALLES AZIGON, pediu-me que divulgasse aqui um movimento iniciado por ele no ORKUT e que vai culminar com o DIA NACIONAL DO GRITO VIVA A POESIA! - a ser comemorado a 15 de Novembro. Tencionava pegar no tema no dia indicado, mas hoje, uma entrevista que li com o poeta Brasileiro FERREIRA GULLAR, num jornal diário, fez-me cócegas nos dedos e encheu-me daquela vontade subversiva que casa tão bem com a poesia.
Ferreira Gullar foi galardoado com o Prémio Camões 2010, e é, além de poeta, um vulto lúcido que analisa frontalmente a política Brasileira, a atitude de Lula com regimes como o Irão e a Coreia do Norte, o significado da esquerda actualmente, a hipocrisia e a corrupção.
Hoje a minha homenagem é para ele e para todos os meus muitos amigos e seguidores Brasileiros.
VIVA A POESIA!
Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Taduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

FERREIRA GULLAR

24 comentários:

serena disse...

Ei Loly!
Viva a poesia então!
Ainda mais do Ferreira Gullar:"Uma parte de mim é multidão, a outra é solidão".
Gdbeijo

diariodumapsi disse...

Desculpe, o comentário saiu com o nome da minha filha.
Vou ver se consigo resolver
Beijos
Gilmara
diariodumapsicologa.blogspot.com

Wanderley Elian Lima disse...

Sem dúvida um grande escritor poeta, mas ando meio na bronca com ele.
Bjux

Fernanda disse...

Sweet Loli!

Já estive lá na casa do teu amigo.
Gostei muito, mesmo muito!

A poesia que escolheste é soberba!

"Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão."

É realmente arte traduzir a outra parte...

No dia 15 de Novembro celebraremos então " O Dia do Grito! Viva a Poesia!
ah!
E os 32 anos do Pedro:)))

Kissssssssssssss

Vitor Chuva disse...

Olá, Margarida!

Poderia chamar-se ao poema "A arte de conciliar o que aparentemente é contrário e contraditório, ou o de ser-se alguma coisa, e ao mesmo tempo o seu contrário".
E nós conseguimos ser tudo isto, sem que disso nos demos conta...

beijinhos.
Vitor

Lívia Azzi disse...

"Uma parte de mim é todo mundo: outra parte é ninguém...Uma parte de mim é multidão:outra parte estranheza e solidão"

Lembrou-me da dupla historicidade do homem (pessoal e social) de Rousseau.

Gullar nos provoca inquietações e reflexões filosóficas...

Um beijo!

ONG ALERTA disse...

Lindo clássico, beijo Lisette.

Beth/Lilás disse...

Lolipo, querida!
Primeiramente, obrigada pela parte que me toca nesta homenagem que fizestes.
Ferreira Gullar é o máximo, adoro-o e este poema foi cantado por Fagner há tempos atrás, muito lindo.
E Viva a Poesia e os muitos poetas que temos em nossos países!bjs cariocas



(Respondi lá mesmo no blog sobre teu comentário, ok.)

disse...

Rica homenagem e sinta-se, também inserida nela. Você também faz parte desse contexto e também como uma brasileira "de coração" que nos alimenta com poesias e sabedorias em cada post. Bjos enormes!

Nilce disse...

VIVA A POESIA!
Que legal você trazer Ferreira Gullar aqui e ainda nos oferecer.
Obrigada pela parte que me toca.

Bjs carinhosos no seu coração!

Nilce

Andy Santana disse...

Otima iniciativa!!!

bjos

Talles Azigon disse...

ah meu amor muito grato pela divulgação e olha amo amo amo o Gullar

seu poema sujo
"bela bela mais que bela
mais como era o nome dela
não era Helena nem vera
nem Nara nem Gabriela..."

amo sua póetica maravilhosa

"no dia em que for embroa
moça branca como a neve
me leve"

lindo o Ferreira e mais linda é você

te abraço com poesia

Betty Gaeta disse...

Eu amo este poema do Gullar...de alguma forma se parece comigo.
Bjkas e uma ótima 3ª-feira para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Como disse a Beth, esse poema virou uma música. E muito bonita, eu gosto tb.
Obrigado Margarida, pelo carinho com a gente. vc sim que merece todas as homenagens, é um encanto de pessoa
bom dia!

Lililooks disse...

Eu tbm gosto muito de poesia, apesar de fazer tempo que ñ leio nada, sempre estou com o Paulo coelho e o Maktub,rsd! Me inspira! oi recebi sim o recado, cheguei ontem de madruga de viajem e ñ sei o que faço estou eu e meu fofo dodoí, comimos algo que ñ foi bem e agora pois, já sabe as reaçöes, aiiii como doí tudo a cabeça o estomago enfim! espero recuperar nos pronto com 3 babys ñ dá pra ficar doente, assím que puder quero fazer tua sorpresa,rsd! mil bjos... a a camiseta é linda mesmo se chama Matrioska Flamenca,rsd! bom amor vou me deitar, tá frioooo...rsd! bjos e viva a poesia.

Desabafando disse...

Adorei essa poesia...me identifiquei com ela.

Vanuza Pantaleão disse...

Margarida, querida!
Assim, eu não posso nem gritar, mas chorar de felicidade por estarmos nessa baita festa do nosso Maranhense, Ferreira Gullar.
As duas partes de mim te parabenizam por essa maravilhoso Poema!
Carinhos e mais carinhos!!!

Carla Nunes disse...

AMO esse maranhense! Ele é genial em tudo que faz! Essa poesia "Traduzir-se" é de uma beleza ímpar! Sou fã MESMO! :)

Bjão!

Meri Pellens disse...

Linda poesia!
Querida amiga, tenha um dia lindo e abençoado.
Beijos na alma!

PS: Já agradeci por seu apoio e parceria? De qualquer forma obrigada sempre!

Denise disse...

Que lindo post, adorei!
E viva a poesia!!!
Bjs

Janita disse...

Olá Margarida.
Pois, VIVA A POESIA,VIVAM OS POETAS!
Viva Fereira Gullar e o seu amigo Talles Azigon e...Viva a Lolipop por partilhar connosco esta iniciativa digna de louvar.

Não é fácil traduzirmo-nos, porque nós, seres humanos, somos feitos de mil e uma contradições.
E Ferreira Gullar descreveu isso magistralmente.

" Uma parte de mim pesa, pondera:outra parte delira."

Identifiquei-me imenso com esta parte...

Então, no dia 15 do próximo mês, vamos ter uma dupla celebração!!

Beijo com ternura.

Janita

Lu Nogfer disse...

Grande escritor poeta!
"A arte sera sempre arte!"
Entao vamos desde ja dar esse grito:
VIVA A POESIA!

Beijos linda Loli!

orvalho do ceu disse...

Olá, Margarida querida
Venho propor-lhe algo no meu post de hoje...
Conto com sua participação amiga.
Excelente semana,cheia de ricas bênçãos!!!
Abraços fraternos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lolipop! Que bela homenagem ao hj nosso poeta maior(vivo). Ele merece todas as honras pela coerência e fidelidade a seus ideias. Um maravilhoso homem das letras. Vou participar desse grito tb! beijos

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger