quinta-feira, 27 de maio de 2010

GEISHA - UM MUNDO DE SOMBRAS

A figura da geisha não é geralmente mencionada nas histórias comuns no Japão, mas se observarmos com minúcia, vamos encontrá-las a desempenhar papéis importantes nos grandes acontecimentos da sua época, sempre relacionadas com os homens mais poderosos, seja como amigas, confidentes, amantes ou algumas vezes esposas. A permanência nas sombras, adequa-se a estas figuras delicadas, etéreas, irreais e misteriosas. Como diz Junichiro Tanizaki: "Porque é que esta inclinação para procurar beleza na escuridão é tão forte somente nos Orientais? (...) no Ocidente até os fantasmas são claros como vidro."
No Período Edo, quando as geishas estavam no seu apogeu, eram o pináculo de uma sociedade alternativa, as rainhas duma cultura popular subversiva. Os artistas da altura, deixaram-nos um retrato vivo das cortesãs, geishas e actores de kabuki, um conjunto de "pin-ups" que ocupavam o imaginário da época.
No Japão, nos dias brilhantes das geishas, as relações entre homem-mulher, tinham como pano de fundo um casamento arranjado, de modo a criar alianças entre famílias, e as relações conjugais eram dedicadas a conceber uma prole que assegurasse a continuação da linhagem familiar. O prazer, tinha que ser encontrado noutros locais.
A função das geishas abrangia entretenimento e prazer, e os seus encantos granjeavam-lhes por vezes um lugar único e influente. A atitude Japonesa face ao amor e ao sexo, foi durante muito tempo alheia á influência da noção Europeia de amor romântico ou á moralidade cristã. Estamos a falar duma cultura em que o hedonismo, a sensualidade e o erotismo se desenvolveram de forma sofisticada.
No mundo flutuante da geisha, era o amor, não o sexo ou o prazer sensual, que era tabú. Mas talvez mesmo por essa razão ( o fruto proibido...), quando este acontecia tornava-se uma força poderosa e avassaladora.

Referências: Junichiro Tanizaki, In Praise Of Shadows; Lesley Downer, Geisha - The Remarkable Truth Behind the Fiction
Fotos Via Flickr Okinawa Soba
Ukiyo-e: Via artgallery

10 comentários:

Nilce disse...

Oi,

Excelente post.

As geishas são figuras maravilhosas da cultura japonesa, tanto que quando se pede aqui no Brasil uma roupa típica, não se apresentam tanto os quimonos e sim geishas muito lindas.
O que representou parece ter-se transformado num traje de orgulho atualmente.

Bjs no coração!

Nilce

andreia inoue disse...

adorei esse post,principalmente pq o universo das geishas eh fascinante e meio que ainda um tabu.
beijao.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Fascinante sem duvida :)

Denise disse...

Olá Margarida!

Que belo post, sempre fui fascinada pela imagem de geishas e vc representou muito bem!

Bjos querida, ótimo fim de semana!

Júlia disse...

adorei o post e o blog!

Betty Gaeta disse...

Que texto bonito! Adoro gueixas! Sõ tão lindas e suaves.
Bjkas e um ótimo final de semana.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Realmente muito do mundo das geishas até hj é mistério, segredo.

Muitas se tornaram geisha por falta de opção, meninas vendidas para as casas de entretenimento.

Dizem que a arte das geishas vem das Oiran.

Acho lindo qdo as encontro pelas ruas, algo muito raro.

Júlia disse...

nossa fiz questao de fazer minha mae me esperar no aeroporto masi um pouquinho so p responder seu recadinho!!! mora e portugal???? meu irmao esta morand ai!!! adoreeei!! e outra vc e apaixonada por bolsas?? eu tbm!!!!hahhahaha ja to te seguindo!! bjinhoos

Ângela disse...

minha querida, obrigada por este post, já comentei com vc. que adoro saber tudo sobre elas. As geishas são figuras que merecem muito nosso respeito e admiração.
estou com uma gripe que esta me consumindo por isso estou escrevendo e visitando pouco. o trabalho tbem esta demais, mas sempre que posso estou por aqui.
beijos com carinho

Anónimo disse...

geishas não eram prostitutas e não sei porque auatora critica a tal moral cristã e o romantismo europeu,ou será que auatora gostaria de estar na pele das mulhedres japonesas,oprimidas e exploradas sexualmente? me entristece esta glamourização do machismo oriental,como se na cultura japonesa as mulheres fossem valorizadas,é o contrário amiga...deioxa um pouco eta fantasia de lado e tenha mais senso crítico.

abraços.hayashi

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger