domingo, 4 de abril de 2010

Zen And The Way of Sword

SHOJU RONIN (1641-1721), era um mestre Zen frequentemente visitado por samurais que pretendiam ligar os preceitos do Zen ao uso da espada. Conta-se que um dia, um grupo de samurais, o convidou para o chá, enquanto assistia a alguns combates entre eles. Finalmente, um deles disse: "É sabido que és um grande mestre Zen, e no que respeita a teoria, não podemos competir contigo. Mas, quanto ao uso da espada, temo que não nos possas vencer."
Ronin, aceitou de imediato o desafio, propondo que tentassem atacá-lo. Recusando uma espada, disse: "Eu sou Budista. Aqui está um leque, isto será a minha arma. Ataquem quando estiverem prontos."
Levantando alto as sua espadas, os samurais foram tentando por todos os meios, tocar no mestre, mas o seu leque parecia estar em toda a parte e não havia uma abertura para que pudessem lançar a arma contra ele, pelo que tiveram que reconhecer a derrota.
Quando questionado acerca da maneira de conseguir tal prodígio, Shoju Ronin, retorquiu simplesmente: "Quando se adquiriu o olhar certo e este não conhece obstáculos, aplica-se a qualquer coisa, incluindo a arte da espada. As pessoas comuns preocupam-se com nomes. Assim que ouvem um nome, uma discriminação tem lugar nas suas mentes. Aquele que possui o olhar certo, vê cada objecto na sua verdadeira luz. Quando vê a espada, ele sabe de imediato a maneira como ela opera. Ele confronta a multiplicidade das coisas e não se deixa confundir."
Fonte: "Zen and Japanese Culture", Daisetz T. Suzuki

0 comentários:

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger