sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

ZEN AND TEA - II

"A divisão é pequena e o tecto nada alto, mesmo para a estatura média de um japonês. Está desprovida de ornamentações, excepto o tokonoma, onde está pendurado um kakemono e abaixo deste, uma única flor, ainda não completamente aberta, numa jarra, Olhando á minha volta, apesar da sua óbvia simplicidade, na sala notam-se marcas dum projecto cuidado. As janelas estão embutidas de forma irregular, o tecto não tem apenas um único padrão, os materiais usados, simples e sem ornamentos, são de vários tipos, o soalho tem um pequeno quadrado para ser utilizado como lareira, onde a água ferve numa chaleira de ferro. O shoji (estore) de papel que cobre as janelas, deixa passar apenas uma luz suave (...). Sentando-me em silêncio, perto do lume, sinto o odor dum incenso amadeirado, particularmente calmante. Consigo ouvir então, uma brisa suave atravessando as agulhas dum pinheiro, esse som funde-se com o pingar da água duma torneira de bambu, na bacia de pedra. Esses sons exteriores ritmados, acalmam a mente daquele que está no interior da sala (...)."

Tradução dum artigo de Daisetz T. Susuki, in The Cultural East

0 comentários:

Blogs Amigos e Recomendados

 
Copyright © 2010/2011 Banzai.
Template customizado por Meri Pellens. Tecnologia do Blogger